Deputado Luís Miranda (DEM-DF)
Reprodução / CNN Brasil
Deputado Luís Miranda (DEM-DF)

O vice-presidente da  CPI da Covid no Senado, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), disse que vai solicitar proteção policial ao deputado federal Luis Miranda (DEM-DF) , ao irmão e seus familiares. 


O deputado denunciou a existência de fraude na compra de milhões de doses de vacina contra a Covid-19 da Covaxin . O parlamentar alegou ter levado pessoalmente ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) "provas contundentes" de irregularidades nas negociações para a compra dos imunizantes.

"O presidente sabia que tinha crime naquilo", disse o deputado à rede  CNN Brasil . O deputado é irmão de um servidor do Ministério da Saúde que teve conhecimento dos problemas, de acordo com ele. 

Miranda é irmão de Luis Ricardo Fernandes, chefe da divisão de importação do Ministério da Saúde, que, segundo ele, teve conhecimento dos problemas e foi pressionado pelo governo a liberar a autorização de importação da Covaxin. 

"A CPI da Covid estará requisitando segurança para o deputado Luis Miranda, ao irmão e aos familiares. As informações que o deputado está declinando à imprensa e que trará a esta CPI são de extremo interesse público. Sua vida e a de sua família precisam estar resguardadas", escreveu Randolfe em sua conta do Twitter .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários