Agência Brasil

Ministro Luiz Fux, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF)
Rosinei Coutinho/SCO/STF
Ministro Luiz Fux, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF)

Em discurso de encerramento do ano judiciário nesta sexta-feira (18), o presidente do Supremo Tribunal Federal ( STF ), ministro Luiz Fux , afirmou que a Corte “reagiu às adversidades” e “teve papel central na resolução de conflitos relativos à pandemia”.

“Neste ano de 2020, este Supremo Tribunal Federal, com louvor, reagiu às adversidades, inovou seu modelo de gestão e de deliberação e se abriu internacionalmente”, disse Fux na última sessão plenária do ano.

O ministro destacou a pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2), causador da covid-19 , como uma “ catástrofe ” e o momento mais trágico da humanidade desde a segunda guerra mundial.

Você viu?

“Por meio de seus julgamentos, esta Suprema Corte tem sido vigilante, promovendo segurança jurídica e orientando o comportamento dos cidadãos neste momento de incertezas”, disse Fux.

“Os tempos são desafiadores. Porém, quem integra as fileiras da magistratura sabe que lamentações não devem preencher nossas agendas”, acrescentou.

Ao citar a produtividade dos tribunais, Fux agradeceu o empenho dos servidores do Judiciário e dos magistrados, destacando a inovação tecnológica e os julgamentos virtuais como um dos principais avanços do ano.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários