O Antagonista

Estrutura foi batizada de Coordenação-geral de Credenciamento de Segurança e Análise de Segurança Corporativa
O Antagonista
Estrutura foi batizada de Coordenação-geral de Credenciamento de Segurança e Análise de Segurança Corporativa

A reportagem explosiva da Crusoé , além de revelar que relatórios clandestinos foram enviados a Flávio Bolsonaro pelo chefe da Abin , revela também a existência de uma “central bolsonarista” dentro da própria Abin.

“Criada extraoficialmente e alheia ao procedimento padrão da agência para ‘levantar antecedentes’ e ‘montar dossiês’ a pedidos expressos do governo , a estrutura foi batizada de Coordenação-geral de Credenciamento de Segurança e Análise de Segurança Corporativa e tem como chefe o agente da PF Marcelo Bormevet.

Você viu?

Defensor aguerrido do presidente nas redes sociais e amigo de Carlos Bolsonaro, o filho 02, o policial integrou com Ramagem a equipe de segurança de Bolsonaro durante a campanha de 2018 e é chamado na Abin de o ‘homem do capitão’ (…).

Foi justamente para poder fugir do procedimento legal e agir às escuras, longe dos olhos do aparato oficial do estado e das autoridades, que Ramagem nomeou Bormevet e outro policial federal para a coordenação sob o guarda-chuva do CIN. Desde então, os pedidos, muitos deles nada republicanos, passaram a ser enviados diretamente e sem intermediários do gabinete de Ramagem para o ‘homem do capitão’, que ocupa uma sala no primeiro andar da sede da Abin , em Brasília, em frente a uma escada por onde os servidores do segundo andar precisam passar para se deslocar no prédio.”

Assine a Crusoé , que revela as atividades clandestinas dos poderosos, e leia a reportagem completa aqui .

Leia mais em O Antagonista

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários