Deputada foi intimada a comparecer em audiência no próximo dia 13
Marcelo Theobald / Agência O Globo
Deputada foi intimada a comparecer em audiência no próximo dia 13

No próximo dia 13 de novembro, a  deputada federal Flordelis deverá participar de audiência para que sejam ouvidas as testemunhas da investigação que apura se ela foi a mandante da morte do marido, o pastor Anderso do Carmo, na casa da família em junho de 2019.

Segundo informações do blog do jornalista Ancelo Gois, a juíza Nearis dos Santos, da 3ª Vara Criminal de Niterói resolveu garantir que Flordelis receba a notificação para a audiência no dia 13 e enviou notificações para todos os endereços da pastora, tanto no Rio de Janeiro como em Brasília, além de uma intimação por WhatsApp.

Recentemente, a deputada viu seu caso ser encaminhado para a  Comissão de Ética da Câmara após votação unânime da direção da casa. Porém, como o colegiado segue paralisado por conta da pandemia da Covid-19 , ainda não há um prazo para que o processo seja julgado. Caso ela seja julgada, pode ter o mandato cassado.

Em vídeo publicado no último domingo (1), Flordelis criticou o avanço das denúncias e disse que elas são baseadas em "depoimentos anônimos na internet".

“A denúncia foi aceita e está dentro de um processo para desconstruir a minha imagem. E o que mais me espanta nisso tudo é que esses depoimentos de anônimos e até de pessoas que têm o nome escrito aqui [no processo] não são depoimentos, são apenas falas. Não há provas contidas aqui. Eu quero provas concretas a esse respeito”, afirmou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários