Eleições
Reprodução
Em meio à apuração, candidatos trocam farpas e dizem não temer batalha jurídica

Nesta quarta-feira (4), a equipe de campanha do candidato democrata Joe Biden, que enfrenta o atual presidente norte-americano Donald Trump nas eleições dos EUA, disse que tem um grupo de advogados pronto para combater a ameaça do rival de levar a apuração para a Justiça .

"Se o presidente cumprir sua ameaça de ir ao tribunal para tentar impedir a tabulação apropriada dos votos, nós temos equipes jurídicas de prontidão e preparadas para serem enviadas e resistirem a esses esforços", disse a gerente de campanha de Biden, Jen O'Maley Dillon, em comunicado divulgado pela agência Reuters.

Na madrugada desta quarta, Trump fez um pronunciamento na Casa Branca, se declarou vencedor e chegou a cogitar que as eleições poderiam estar fraudadas, ressaltando que irá à Justiça para paralisar a apuração dos votos.

"Nós vencemos esta  eleição  . Então nosso objetivo agora é garantir a integridade [do processo] para o bem da nação. Este é  grande momento. Há uma grande fraude em nossa nação. Queremos que a lei seja usada de maneira apropriada. Então vamos à Suprema Corte. Queremos parar toda votação", disse ele.

Não há nos  EUA  lei que impeça a contagem de votos que foram preenchidos corretamente e depositados no prazo devido. Os republicanos já foram derrotados na Suprema Corte em duas ações que pretendiam impedir que votos postais que chegassem depois de 3 novembro na Pensilvânia e na Carolina do Norte fossem contabilizados.

presidente  ainda celebrou seus números parciais na Pensilvânia, onde lidera com quase 700 mil votos de vantagem para Biden — analistas apontam que boa parte dos votos depositados antecipadamente em áreas de forte presença democrata, como a Filadélfia, ainda não foram contabilizados. Por fim, citando sua vantagem parcial no Michigan, onde a contagem também não acabou, declarou que "não precisa ganhar todos" os estados, fazendo projeções sobre seu potencial caminho para a reeleição.

"Eles sabiam que não poderiam vencer, e por isso vamos à  Suprema Corte  . Eu previ isso. Tenho dito isso desde o dia que ouvi que mandariam dezenas de milhões de votos [antecipados pelo correio]", declarou o presidente americano.

Sem mencionar diretamente o Partido Democrata , Trump afirmou que "um grupo triste" tenta derrubar o movimento trumpista e disse considerar impossível que o opositor Joe Biden assuma a liderança na Pensilvânia, estado decisivo que contabilizou pouquíssimos dos votos enviados pelo correio ate o momento.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários