Senador José Serra (PSDB-SP) é alvo de investigação sobre caixa dois
Lula Marques/Agência PT
Senador José Serra (PSDB-SP) é alvo de investigação sobre caixa dois

senador José Serra (PSDB-SP) chamou de "abusiva" a operação contra ele realizada pela Polícia Federal (PF) nesta terça-feira (21). Ele foi alvo de mandados de busca e apreensão dentro da investigação sobre suposto caixa 2 durante sua campanha ao Senado em 2014. 

"O senador José Serra foi surpreendido esta manhã com nova e abusiva operação de busca e apreensão em seus endereços, dois dos quais já haviam sido vasculhados há menos de 20 dias pela Polícia Federal", disse uma nota divulgada pela assessoria de comunicação do tucano.

Serra afirmou que "jamais recebeu vantagens indevidas ao longo dos seus 40 anos de vida pública e sempre pautou sua carreira política na lisura e austeridade em relação aos gastos públicos". 

O tucano alega que os gastos de sua campanha, sempre estiveram sobre responsabilidade do PSDB e foram aprovados pela Justiça Eleitoral.

Para se defender da operação que investiga caixa 2 , ele disse que a "decisão da Justiça Eleitoral é baseada em fatos antigos e em investigação, na qual, jamais foi ouvido".

O senador do PSDB espera que o caso seja esclarecido junto ao Poder Judiciário "para evitar que prosperem acusações falsas que atinjam sua honra", afirma a nota divulgada por sua assessoria.

Você viu?

Confiança do partido em Serra 

O presidente do Diretório Estadual do PSDB-SP, Marco Vinholi afirma que o partido confia em Serra. "O PSDB de São Paulo reitera sua confiança no senador José Serra, pautada nos mais de 40 anos de uma vida pública conduzida de forma proba e correta". 

"Mantemos nossa confiança no poder judiciário e no esclarecimento dos fatos", afirma Vinholi.

Defesa de Serra

Veja a íntegra da nota do senador:

"O senador José Serra foi surpreendido esta manhã com nova e abusiva operação de busca e apreensão em seus endereços, dois dos quais já haviam sido vasculhados há menos de 20 dias pela Polícia Federal. A decisão da Justiça Eleitoral é baseada em fatos antigos e em investigação até então desconhecida do senador e de sua defesa, na qual, ressalte-se, José Serra jamais foi ouvido. 

José Serra lamenta a espetacularização que tem permeado ações deste tipo no país, reforça que jamais recebeu vantagens indevidas ao longo dos seus 40 anos de vida pública e sempre pautou sua carreira política na lisura e austeridade em relação aos gastos públicos. Importante reforçar que todas as contas de sua campanha, sempre a cargo do partido, foram aprovadas pela Justiça Eleitoral. 

Serra mantém sua confiança no Poder Judiciário e espera que esse caso seja esclarecido da melhor forma possível, para evitar que prosperem acusações falsas que atinjam sua honra".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários