Toffoli impediu buscas no gabinete do senador.
Nelson Jr./SCO/STF
Toffoli impediu buscas no gabinete do senador.

O ministro Dias Toffoli , presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu as buscas no gabinete do senador José Serra (PSDB). A operação foi autorizada por um juiz de primeira instância e foi deflagrada nesta terça-feira (21).

A decisão do ministro diz que  documentos relacionados à atividade parlamentar de Serra poderiam ser apreendidos durante as buscas. Na decisão, Toffoli diz que a “amplitude da ordem de busca e apreensão” impossibilita a “delimitação de documentos e objetos” ligados ao mandato do senador.

Alcolumbre impede buscas

Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, Davi Alcolumbre (DEM-AP), presidente do Senado, já havia proibido a PF de entrar no gabinete do tucano. A entrada só seria autorizada com aval do Supremo, o que não aconteceu.

A advocacia do Senado diz que, por se tratar de um parlamentar, apenas o STF poderia autorizar o cumprimento dos mandados. Além disso, a advocacia pediu que o Supremo ouça a Procuradoria-Geral da República (PGR) e se manifeste a respeito das delimitações de suas competências. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários