dois homens se abraçando
Reprodução/Youtube
Weintraub pediu um abraço de Bolsonaro ao anunciar saída do MEC

Um decreto publicado no Diário Oficial da União desta terça-feira (23) alterou a data de exoneração do ex-ministro da Educação, Abraham Weintraub, do cargo após polêmica causada pela ida dele aos Estados Unidos.

A data inicial “oficial” da exoneração era o sábado (20) , dias após o anúncio da saída de Weintraub do governo nas redes sociais. Com o decreto do presidente Jair Bolsonaro, a data oficial da exoneração do ex-ministro passa a ser o dia 19, antes da viagem dele para os EUA.

Leia também

A polêmica em torno da data de saída de Weintraub do cargo começou após o anúncio da chegada dele aos Estados Unidos com a família. Por causa da pandemia, todos os brasileiros que viajam ao país norte-americano são obrigados a passar por um período de quarentena. A suspeita é de que ele tenha se aproveitado da condição de ministro quando já tinha saído do cargo para ter privilégios sem precisar passar pelo processo.

Como a exoneração oficial dele foi publicada com data no sábado (20) pelo Diário Oficial da União, as suspeitas sobre utilização do privilégio aumentaram. Com a retificação de Jair Bolsonaro, ainda não se sabe o que será feito quanto á viagem do ministro . O Ministério Público investiga a suspeita.


    Veja Também

      Mostrar mais