Família foi morta por Lázaro Barbosa em Ceilândia, no DF
Arquivo pessoal
Família foi morta por Lázaro Barbosa em Ceilândia, no DF

Ivan Rodrigues de Amorim, irmão de uma das vítimas da chacina em Ceilândia (DF) no início do mês, comentou a morte de Lázaro Barbosa , de 32 anos , apontado como o autor do crime. O comerciante de 60 anos afirmou que os familiares "não estão bem", mas que a notícia trouxe "um pouco de alívio".

O suspeito trocou tiros com policiais e foi morto na manhã desta segunda-feira (28) em Águas Lindas de Goiás .

Lázaro  é o nome apontado como responsável pela chacina que matou quatro pessoas da mesma família. As vítimas foram o empresário Cláudio Vidal, de 48 anos, e os dois filhos dele, Gustavo Vidal, de 21, e Carlos Eduardo Vidal, de 15. A esposa de Cláudio e mãe dos jovens, Celonice Marques, de 43 anos, foi sequestrada pelo suspeito e encontrada sem vida três dias depois.

Ivan é irmão de Cleonice e disse ao portal G1 que os familiares ainda estão tentando se recuperar dos óbitos. Em relação à morte de Lázaro , ele afirmou que "a situação é complicada" e que "seria melhor esperar a Justiça resolver".

"Era melhor que fosse pego vivo, para pagar pelo que fez. Acionamos nosso advogado e vamos aguardar o que pode acontecer agora", acrescentou. De acordo com ele, os familiares ficaram sabendo do ocorrido pelas redes sociais e estão abalados.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários