Draghi renunciou oficialmente nesta quinta-feira
Reprodução/ANSA - 21.07.2022
Draghi renunciou oficialmente nesta quinta-feira

O governo dos Estados Unidos agradeceu nesta quinta-feira (21) a liderança do primeiro-ministro da Itália, Mario Draghi, que renunciou ao cargo após ter perdido sua base de sustentação no Parlamento .

"Agradecemos ao primeiro-ministro Draghi por sua liderança neste momento difícil para a Itália e o mundo", declarou um porta-voz do Departamento de Estado.

Segundo a administração do presidente Joe Biden , "os Estados Unidos e a Itália são aliados próximos com uma forte parceria baseada nos valores compartilhados da democracia, direitos humanos e prosperidade econômica".

"Continuaremos a trabalhar de perto em prioridades importantes, incluindo o apoio à Ucrânia contra a agressão russa", acrescenta o Departamento de Estado, enfatizando que respeita e apoia "o processo constitucional italiano".

Após ter perdido sua base de apoio no Parlamento, o primeiro-ministro da Itália renunciou ao cargo pela segunda vez em uma semana, mas agora de forma definitiva.

No poder desde fevereiro de 2021, o economista de 74 anos comunicou sua decisão ao presidente Sergio Mattarella, que dissolveu o Parlamento e convocou eleições antecipadas para o próximo dia 25 de setembro.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários