Presidente do Sri Lanka, Gotabaya Rajapaksa
Reprodução/Instagram - 10.03.22
Presidente do Sri Lanka, Gotabaya Rajapaksa

O presidente do Sri Lanka, Gotabaya Rajapaksa, renunciou ao cargo nesta quinta-feira (14), após uma onda de protestos contra a pior crise econômica na história do país.

Rajapaksa, que estava no poder desde novembro de 2019 e fugiu para Singapura após a invasão de manifestantes ao palácio presidencial, comunicou sua renúncia em um e-mail enviado ao presidente do Parlamento.

Na madrugada dessa quarta-feira (13), o presidente do Sri Lanka havia fugido para as Maldivas em um avião da Força Aérea do país, acompanhado da esposa e de dois guarda-costas em direção à cidade de Malé.

Hoje, os manifestantes contrários ao governo anunciaram o fim da ocupação dos edifícios públicos  que durava mais de cinco dias, mas disseram que continuariam pressionando Rajapaksa, até que ele renunciasse.

Uma multidão invadiu o palácio e a sede da Presidência no sábado , além de incendiar a casa do primeiro-ministro, Ranil Wickremesinghe.  Na quarta, o gabinete do premiê foi ocupado.

Hoje, Rajapaksa deixou as Maldivas e foi para Singapura. De acordo com fontes das forças de segurança, o presidente permanecerá em Singapura por algum tempo, antes de seguir para os Emirados Árabes Unidos.

— Com informações de Ansa e Agência O Globo

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários