Tiroteio em Illinois nesta tarde de 4 de julho de 2022
Reprodução: Redes Sociais
Tiroteio em Illinois nesta tarde de 4 de julho de 2022

O número de mortos no  tiroteio durante o desfile de 4 de julho na cidade de Highland Park, em Illinois, subiu para sete nesta terça-feira (5) após uma pessoa que estava hospitalizada não resistir aos ferimentos, informou a NBC Chicago.

O atirador identificado como Robert E. Crimo, um jovem branco de 22 anos, foi detido após se recusar a parar em uma blitz e depois de ser perseguido por cerca de oito horas. Ao todo, ele deixou 23 feridos na última segunda-feira (4).

De acordo com as autoridades americanas, o ataque ao desfile nos arredores de Chicago estava planejado "há semanas".

Em entrevista coletiva, a polícia disse que o assassino se misturou com a multidão vestindo roupas femininas depois de atirar de um telhado.

Segundo os relatos, ele tinha dois rifles, um usado para atirar contra a multidão e outro que foi encontrado no carro em que havia fugido. Os agentes também explicaram que mais de 70 tiros foram disparados.


"No momento não há motivo para o massacre", disse a polícia local, explicando que as vítimas do ataque têm entre 8 e 85 anos.

Hoje, a porta-voz da Casa Branca, Karine Jean-Pierre, disse que o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, não está planejando uma viagem a Highland Park no momento.

No entanto, ela especificou que a vice-presidente americana, Kamala Harris, estará em Chicago para um compromisso agendado, mas "certamente falará sobre os eventos horríveis" que ocorreram em Illinois.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários