Presidente da Rússia Vladimir Putin
Reprodução / Twitter - 27.03.2022
Presidente da Rússia Vladimir Putin

O presidente da Rússia, Vladimir Putin , pode declarar oficialmente guerra contra a Ucrânia em 9 de maio, disseram autoridades dos Estados Unidos e de outros países ocidentais.

Desde a invasão russa ao território ucraniano, em 24 de fevereiro , Putin e as autoridades do país não usam "guerra" para definir a ação, mas o termo "operação especial".

De acordo com relatório das autoridades ocidentais, a estratégia da Rússia em declarar guerra permitiria a mobilização total de forças de reserva à medida que os esforços de controlar as regiões ucranianas continuam a falhar.

A data, segundo as autoridades ocidentais, seria escolhida por Putin já que em 9 de maio é comemorado o "Dia da Vitória" na Rússia, quando os russos derrotaram os nazistas em 1945. Os EUA e aliados acreditam que o presidente aproveitaria o significado da data e o valor da propaganda em cima do dia para anunciar uma conquista militar na Ucrânia, divulgou a CNN Internacional .

"Acho que ele tentará sair de sua 'operação especial'. Ele está rolando o campo, preparando o terreno para poder dizer "olha, agora é uma guerra contra os nazistas, e o que eu preciso é de mais pessoas", disse o secretário de Defesa britânico, Ben Wallace, à rádio LBC na última semana.

Leia Também

Durante todo o conflito, Putin e as autoridades russas vêm alegando estar em uma suposta campanha de "desnazificação" na Ucrânia.

Wallace acrescentou que "não ficaria surpreso" caso Putin declarasse guerra no próximo dia 9, já que isso poderia reforçar o apoio público à invasão. De acordo com a lei russa, o ato também permitiria que o mandatário mobilizasse forças de reserva, além de recrutar soldados — que as autoridades dizem que a Rússia precisa "desesperadamente", em meio a uma crescente escassez de mão de obra.

Autoridades ocidentais e ucranianas estimam que pelo menos 10.000 soldados russos foram mortos na guerra desde a invasão russa.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários