Presidente da Rússia, Vladimir Putin
Reprodução / Record News - 31.03.2022
Presidente da Rússia, Vladimir Putin

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse nesta terça-feira (3) ao seu homólogo francês, Emmanuel Macron, que Moscou está aberta para dialogar com a Ucrânia, mas acrescentou que Kiev não demonstra estar pronta para negociar.

Segundo os relatórios do Kremlin, citados pela agência de notícias russa Tass, Putin conversou por telefone com Macron sobre diversos temas.

Na conversa, o chefe de Estado russo destacou que seu país "ainda está aberto ao diálogo", mas destacou que os ucranianos "não estão prontos para negociações sérias" para encerrar o conflito.

Putin acrescentou que os países da União Europeia "ignoram os crimes de guerra das forças ucranianas e seus bombardeios nas cidades do Donbass". O presidente russo ainda alertou que o Ocidente "deve parar de fornecer armas" para Kiev.

Leia Também

O Kremlin confirmou que Putin informou a Macron que a evacuação de civis da siderúrgica Azovstal, em Mariupol, foi "conduzida conforme com o que foi acordado" com o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Antonio Guterres.

Outro tema debatido entre Putin e Macron foi o "problema da segurança alimentar global", pois o presidente francês "manifestou preocupação" sobre esse assunto.

"Vladimir Putin sublinhou que a situação é complicada, principalmente devido às sanções dos países ocidentais, e salientou a importância do funcionamento sem entraves das infraestruturas logísticas e de transporte globais", concluiu o Kremlin.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários