Lavrov afirma que guerra nuclear é inaceitável
Reprodução/Flickr
Lavrov afirma que guerra nuclear é inaceitável

O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Serghei Lavrov, afirmou nesta segunda-feira (25) que uma guerra nuclear é inaceitável e garantiu que Moscou manterá as negociações de paz com a Ucrânia .

"A boa vontade tem seus limites. E se não for recíproca, isso não contribuirá para o processo de negociação, mas continuaremos negociando com a delegação do presidente Volodymyr Zelensky", declarou o chanceler russo, citado pela agências de notícias Tass.

Lavrov, no entanto, acusou Kiev de "aparentar" disposição para conversar, mas reforçou que os contatos com os negociadores da Ucrânia "continuarão".
Além disso, o ministro do governo de Vladimir Putin enfatizou que a Rússia considera "inaceitável" uma guerra nuclear e criticou o envio de armamentos para a Ucrânia por parte dos países ocidentais.


Leia Também

"A Otan, ao armar a Ucrânia, entra efetivamente numa guerra por procuração contra a Rússia", afirmou Lavrov, acrescentando que as armas fornecidas pelo Ocidente ao governo ucraniano se espalharão nos países de onde provêm.

Ontem, uma reunião entre Zelensky, o secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, e o chefe do Pentágono, Lloyd Austin, definiu uma nova ajuda militar, direta e indireta, no valor de US$ 700 milhões. A medida foi criticada e considerada "inaceitável" pelo embaixador russo nos Estados Unidos, Anatoly Antonov.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários