Pessoas foram baleadas em estação de Nova York
Reproducao / CNN
Pessoas foram baleadas em estação de Nova York

Na manhã desta terça-feira (12), várias pessoas foram baleadas na plataforma de uma estação de metrô do Brooklyn, em Nova York, nos Estados Unidos . Informações preliminares indicam que um homem usando uma máscara de gás e um colete laranja de construção teria atirado contra os passageiros, a cerca de 30 minutos de Manhattan.

Segundo a CNN , até o momento, há pelo menos 16 feridos e oito baleados no local. Os policiais foram acionados por volta das 8h30 da manhã, de acordo com um porta-voz do Departamento de Polícia, com relatos também de fumaça dentro da estação. 

Mapa mostra local onde ocorreu ataque nos EUA
Arte/Google Maps/iG
Mapa mostra local onde ocorreu ataque nos EUA


Imagens compartilhadas nas redes sociais  mostram pessoas baleadas caídas no chão da estação e a operação dos trens paralisada. Veja:

Ao New York Post , uma testemunha que estava em um trem da linha N, com destino a Manhattan, disse ter ouvido os tiros. "Houve tantos disparos que perdi a conta", afirmou a mulher, identificada como Claire.

Ataque em estação de Nova York deixa feridos
Reprodução/Redes Sociais/ArmenArmenian
Ataque em estação de Nova York deixa feridos


No Twitter , a Polícia de Nova York pediu para as pessoas evitarem a área entre a 36th Street e 4th Avenue no Brooklyn, que já foi cercada pela corporação. De acordo com eles, apesar da suspeita de bombas, não há explosivos no local.  

Leia Também

A circulação de trens nas linhas D, N e R foram afetadas.

As vítimas, conforme a rede ABC , foram encaminhadas ao Maimonides Medical Center, Kings County Hospital, além de outros hospitais da região. As escolas próximas ao local do ataque foram fechadas enquanto os policiais procuram pelo responsável.

Leia Também


Leia Também

Nas redes sociais, a governadora de Nova York , Kathy Hochul, escreveu que acompanha o caso com a polícia e com a operadora das linhas de metrô.




A Secretária de Imprensa do governo dos EUA, Jen Psaki, informou que a equipe sênior da Casa Branca está em contato com o prefeito da cidade e um comissário de polícia para "oferecer qualquer assistência".


Segundo dados da organização The Gun Violence Archive —  que registra o número de incidentes com arma de fogo em território norte-americano — desde o início de abril, houve 18 tiroteios nos Estados Unidos, fazendo com que o total de 2022 no país chegue a 130 ataques a tiros.

Número de tiroteios por mês: janeiro (34); fevereiro (36); março (42); abril (18). Ainda segundo o levantamento, até esta data no ano passado, foram registrados 138 tiroteios no país.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários