Destruição nos subúrbios de Kiev, na Ucrânia
Reprodução / OHF News - 03.04.2022
Destruição nos subúrbios de Kiev, na Ucrânia

O Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) vai se reunir nesta terça-feira (5) para discutir os ataques russos a civis na Ucrânia, no conflito que já dura 41 dias . O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, deve participar do encontro de forma virtual.

Zelensky  acusou a Rússia de cometer genocídio após centenas de corpos serem encontrados em Bucha, cidade que estava sitiada pelos russos e foi recuperada pelas forças ucranianas.

Cerca de 400 corpos foram encontrados nesse fim de semana espalhados pelas ruas da região.

A alta comissária das Nações Unidas para Direitos Humanos, Michelle Bachelet, disse nessa segunda-feira (4) que há  sinais de “possíveis crimes de guerra” em Bucha.

As autoridades russas, por outro lado, negam a autoria do massacre. Ontem, o embaixador russo na ONU disse que "nem um único residente de Bucha sofreu qualquer violência" e afirmou que as imagens de cadáveres nas ruas e valas comuns não passam de uma "encenação" .

Leia Também

Nessa segunda, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, e outros líderes se manifestaram sobre o ocorrido e pediram que o líder russo, Vladimir Putin, seja julgado pelo massacre .

Hoje, novos ataques já foram registrados em diversos pontos da Ucrânia, sendo o leste e a região portuária, ao sul, as mais afetadas.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários