António Guterres, secretário-geral da ONU
Reprodução/Redes Socias
António Guterres, secretário-geral da ONU

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, disse na terça-feira (14) que está preocupado com a possibilidade de a  guerra na Ucrânia resultar em um "conflito nuclear".

"A proximidade de conflito nuclear, que era inconcebível, hoje está nas possibilidades das realidades", afirmou Guterres, em coletiva de imprensa.

No dia 27 de fevereiro, três dias do início do conflito no leste europeu, o presidente da russo, Vladimir Putin, disse ter colocado as forças nucleares do país em alerta máximo . Logo depois, durante a invasão à Ucrânia, os russos tomaram as usinas nucleares de Chernobyl e Zaporizhia.

Os Estados Unidos classificaram como 'inaceitável' o movimento de Putin. Biden, porém, descartou a hipótese de um conflito nuclear.

Leia Também

Em coletiva de imprensa, Guterres defendeu a retomada das negociações "de acordo com a carta da ONU e da lei internacional".

"É hora de parar o sofrimento que está sendo lançado sobre o povo da Ucrânia e voltar à mesa diplomática. Outros países como Alemanha, França, Israel e Turquia estão moderando e mediando a guerra. Essa tragédia precisa parar. Nunca é tarde para voltar à diplomacia e ao diálogo."

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários