Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden ameaça Rússia
Joe Biden/ Fotos Públicas
Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden ameaça Rússia

Durante um discurso na Casa Branca nesta sexta-feira (11), o presidente dos Estados Unidos Joe Biden, afirmou que a  Rússia "pagará um alto preço se usar armas químicas" contra a Ucrânia. O mandatário norte-americano não deu mais detalhes sobre o assunto e nem qualquer informação da inteligência americana.

A Rússia, em contrapartida, acusa Washington e Kiev de administrar laboratórios destinados a produzir armas biológicas no país, o que foi negado por ambas as capitais. Além disso, uma reunião do Conselho de Segurança da ONU marcada para hoje discutirá sobre o assunto.

"Vamos garantir que a Ucrânia tenha as armas para se defender do invasor russo", destacou Biden após o  presidente ucraniano Volodimir Zelensky lamentar que Washington não permitiu que Kiev receba aviões de guerra poloneses.

Sobre os caças, Biden explicou que os EUA já forneceram armas antitanque e sistemas de defesa capazes de abater aviões e helicópteros.

"Não vamos travar uma guerra contra a Rússia na Ucrânia", ressaltou Biden. No entanto, afirmou que "já sabemos que a guerra de Putin contra a Ucrânia nunca será uma vitória."

Leia Também

Ainda, o democrata prometeu "receber refugiados ucranianos" nos Estados Unidos "de braços abertos", sem mais informações.

Segundo dados da ONU divulgado nesta sexta,  o número de refugiados ucranianos já passa de 2,5 milhões e um número indeterminado de vítimas civis.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários