Sergei Lavrov, ministro das Relações Exteriores da Rússia
Ministério do Exterior da Rússia
Sergei Lavrov, ministro das Relações Exteriores da Rússia

Em entrevista coletiva nesta quinta-feira (3), o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Serguei Lavrov, culpou o Ocidente por começarem a especular uma guerra nuclear, considerando a situação possível no futuro e se preparando para ela , após a invasão da Ucrânia na última semana .

"Todo o mundo sabe que uma terceira guerra mundial só pode ser nuclear, mas eu gostaria de chamar a atenção: está na cabeça dos políticos ocidentais a ideia de uma guerra nuclear, não na cabeça dos russos (…) Asseguro-lhes que não permitiremos que nenhum tipo de provocação nos desequilibre", afirmou Lavrov na manhã de hoje.

O ministro também disse que o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, "tem experiência e sabe que não há alternativa às sanções , a não ser a guerra mundial".

De acordo com o chanceler, a Rússia está "pronta" para enfrentar as sanções impostas pelos EUA e pela União Europeia , mas o país não esperava que elas visassem atletas, intelectuais, artistas e jornalistas. "A Rússia tem muitos amigos e não pode ser isolada", afirmou.

Leia Também

Em críticas aos EUA e à Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), Lavrov disse que a guerra foi provocada por eles e que a Rússia tenta se defender das articulações ocidentais por mais poder no leste europeu.

Ele também ressaltou que a operação militar russa no território ucraniano tem o objetivo, entre outras coisas, de desarmar os ucranianos e garantir que Kiev não se junte à Otan.

“Não podemos permitir a presença de armas ofensivas na Ucrânia que ameacem nossa segurança”, disse ele.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários