Maria Zakharova
Reprodução
Maria Zakharova

O ataque russo na Ucrânia foi uma maneira de evitar uma “guerra mundial”, segundo Maria Zakharova, representante do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Federação Russa, ela também negou que  a ação militar acionada por Putin tenha sido o início de uma guerra no Leste Europeu.

“Em 1º lugar, é muito importante: isto não é o começo de uma guerra. Nosso intuito é evitar o desenvolvimento de eventos que poderiam levar a uma guerra mundial. Em 2º lugar, é o fim da guerra”, comunicou Zakharova em entrevista ao canal de TV russo NTV.

A representante afirmou ainda que os acordos foram encerrados por iniciativa dos Estados Unidos e da Ucrânia. Nesta quinta-feira (24/02), a delegação russa deveria estar em um encontro com o governo norte-americano.

O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, e o secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, tinham uma reunião marcada para discutir a escalada de tensão com a Ucrânia. Mas o governo de Joe Biden condicionou a viagem se não houvesse ataques à Ucrânia.

“Foi justamente o lado americano que recusou continuar as negociações”, afirmou Zakharova, pois na segunda-feira (21/02), a Rússia reconheceu a independência das autoproclamadas “repúblicas populares” de Luhansk e Donetsk. Porém, logo após, Blinken cancelou a reunião com Sergey.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários