Joe Biden disse ter o compromisso de defender Taiwan
Reprodução
Joe Biden disse ter o compromisso de defender Taiwan

presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, prometeu defender Taiwan no caso de um eventual ataque da  China. A declaração foi dada na noite da última quinta-feira (21), durante um debate promovido pela emissora CNN, e chega em meio à crescente tensão entre Pequim e Taipei.

Em determinado momento do programa, um participante citou o suposto teste de um míssil hipersônico pela China e questionou se Biden poderia "jurar prometer Taiwan".

"Sim e sim", respondeu o presidente, acrescentando que o "mundo sabe" que os EUA são "a maior potência militar da história". Em seguida, o âncora Anderson Cooper reforçou a pergunta e questionou se os Estados Unidos sairiam em defesa de Taiwan contra um ataque da China.

"Sim, temos o compromisso de fazer isso", garantiu Biden. Oficialmente, os EUA não têm relações diplomáticas com Taiwan, porém vendem armamentos para a ilha conseguir se defender.

Leia Também

Reação

Em resposta às declarações de Biden, o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Wang Wenbin, exortou os EUA a "respeitar seriamente o princípio da China Única, a ter cautela nas palavras sobre a questão de Taiwan e a se abster de enviar sinais errados aos separatistas".

Recentemente, o presidente chinês, Xi Jinping, voltou a defender a "reunificação com Taiwan", ilha tida como uma província rebelde por Pequim, e disse que "aqueles que traem sua pátria e tentam dividir o país terão um fim amargo".


Autodenominada República da China, Taiwan é, na prática, independente desde 1949, mas a República Popular da China considera a ilha como parte indivisível de seu território.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários