Presidente dos EUA Joe Biden
Suboficial da Marinha de 1ª classe Carlos M. Vazquez II
Presidente dos EUA Joe Biden

Nesta sexta-feira (20), o presidente dos Estados Unidos Joe Biden disse que a prioridade no Afeganistão é tirar os cidadãos norte-americanos e aliados locais do país, a fim de garantir sua segurança em meio à crise que assola o território após a retomada de poder pelo grupo extremista Talibã .

"Não se enganem, esta missão de retirada é perigosa. Não posso prometer qual será o resultado final, mas, como comandante-em-chefe, posso garantir que vou mobilizar todos os recursos necessários", disse Biden em pronunciamento na Casa Branca.

De acordo com o mandatário, houve um "progresso significativo" nos últimos dias com a implementação de quase 6 mil soldados dos EUA no aeroporto de Cabul, o que pode contribuir para a retirada do Talibã . "Aos afegãos que serviram conosco, que foram a combate conosco, como intérpretes e tradutores, peço que aguardem, vocês têm o comprometimento dos EUA".

Biden afirmou que 204 jornalistas foram retirados do país nesta semana e que cresceu o número de pessoas que estão ajudando as outras a sair do Afeganistão. "Não sabemos o número exato de americanos que estão lá", acrescentou.

Você viu?

O presidente disse que as fotos e vídeos da situação de Cabul compartilhados nas redes sociais são tristes. "Vimos imagens de pessoas em pânico, agindo desesperadamente. Estão com medo, tristes, sem saber o que acontecerá. Ninguém pode ver as fotos e não sentir dor", completou.

Na ocasião, ele também garantiu que os norte-americanos não serão atacados pelo grupo, já que pode haver uma "resposta de força". "Nos pontos de controle do Talibã estão permitindo que os americanos passem. Ontem trouxemos 169 americanos. É um outro processo entendermos como lidar com a corrida dos não-americanos que nos ajudaram", afirmou Biden.

O mandatário disse que os EUA não têm mais interesse estratégico no Afeganistão e que mais de 18 mil pessoas já foram retiradas do país desde a posse do Talibã .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários