Novo tremor foi o mais forte do ano, atingindo 6,4 graus na Escala Richter
Reprodução/Twitter
Novo tremor foi o mais forte do ano, atingindo 6,4 graus na Escala Richter

Um novo terremoto atingiu a Croácia nesta terça-feira (29) e causou danos a prédios e igrejas em Petrinja, Zagreb e Sisak, e a morte de pelo menos sete pessoas, de acordo com o Ministério do Interior croata. O tremor, classificado como de 6,4 graus na escala Richter, é o mais forte do ano e ocorre um dia depois de outro tremor, de 5,2 graus, atingir o país .

Entre as vítimas, até o momento, estão uma menina de 12 anos e cinco homens. Além disso, pelo menos seis pessoas ficaram gravemente feridas e 20 levemente feridas.

O epicentro  do terremoto foi em Petrinja, cidade que fica 50 quilômetros ao sul de Zagreb, mas a intensidade foi tão forte que ele foi detectado pelo Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanologia (INGV) da Itália, que emitiu alertas em toda a costa do Mar Adriático, de Trieste a Abruzzo.

Relatos apontam que ele foi sentido também em Bolzano, Nápoles e na região do Vêneto. Os bombeiros , no entanto, apontam que não há danos. A mídia croata informa que "há graves danos" em Petrinja, com a queda de ao menos um hospital e um asilo, além de interrupção da energia elétrica e de telefonia.

Ainda de acordo com a mídia local, o centro médico atingido foi exatamente o local em que foi registrada a primeira vítima fatal: uma criança que estava internada. O governo croata enviou 300 militares para a cidade mais afetada, para ajudar os moradores que estão fora de suas casas por segurança e para buscar por possíveis vítimas ou sobreviventes.

Já na Eslovênia , onde o tremor também pôde ser sentido, as autoridades do país fecharam uma de suas centrais nucleares por segurança – já que não são descartados novas movimentações.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários