presidente donald trump na casa branca
Reprodução/Facebook
Covid-19 vai "simplesmente desaparecer", afirma Trump


Nesta terça-feira (7), o Congresso dos Estados Unidos foi notificado pelo presidente Donald Trump que o país se retirou oficialmente da Organização Mundial da Saúde ( OMS ). O presidente Donald Trump ameaçou sair do órgão no passado .



Em maio,  Trump chegou a afirmar que a “OMS é um fantoche da China” e que os EUA não estavam recebendo o tratamento adequado dentro da entidade. Segundo o presidente, a  organização estava favorecendo a China durante a crise.

No entanto, Trump tem adotado conduta conflitante com a indicada pela entidade no momento da pandemia do novo coronavírus. Além disso, o presidente norte-americano afirmou que a pandemia vai “simplesmente desaparecer” em algum momento.

País é principal fonte de renda da organização, com cerca de US$ 450 milhões por ano. O dinheiro antes injetado na OMS será direcionado a outras organizações mundiais.

Um dos integrantes do Comitê de Relações Internacionais do Senado, o senador democrata Bob Menendez, viu a decisão como “caótica e incoerente”. “Isso não vai proteger a vida ou os interesses americanos”, afirmou, acrescentando que os estadunidenses doentes e os EUA estarão sozinhos.




Após as ameaças de Trump, o presidente brasileiro Jair Bolsonaro (sem partido) chegou a afirmar que estudava retirar o país da OMS. Segundo Bolsonaro,  a entidade trabalha com “viés ideológico” . “Não precisamos de gente de fora dando palpite aqui dentro”, chegou a afirmar.

    Veja Também

      Mostrar mais