O Enem 2019 acontece nos dois primeiros domingos de novembro.
shutterstock
O Enem 2019 acontece nos dois primeiros domingos de novembro.

A partir desta quinta (3), falta um mês para o Exame Nacional do Ensino Médio ( Enem ), que acontecerá nos dois primeiros domingos de novembro. Os últimos dias antes da prova são decisivos para o desempenho dos 5,1 milhões de inscritos e a tecnologia pode ser uma aliada nesta fase final. Por isso, confira algumas das principais estratégias para se preparar!

Leia também: Projeto quer que aluno possa optar por reforço em vez de ensino religioso no Rio

Já pensou em estudar pelo WhatsApp?

Há muitos conteúdos para Enem disponíveis na internet.
Pixabay
Há muitos conteúdos para Enem disponíveis na internet.

Essa é a estratégia do AprendiZap, um bot – ferramenta de inteligência artificial – criado pelo site Descomplica em parceria com a empresa Movile. Basta entrar no  site e se cadastrar para que o bot comece a enviar vídeos, resumos e mapas mentais com conteúdos do Enem pelo WhatsApp do estudante.

“Já existe muito conteúdo gratuito na internet, mas faltava um local para direcionar o estudante em uma trilha personalizada”, afirma Débora Nunes, uma das responsáveis pelo projeto. Os vestibulandos têm liberdade para escolher quais disciplinas, dificuldade e quantidade de materiais que vão estudar por dia.

Leia também: Quinze estados e DF aderem ao Programa das Escolas Cívico-Militares

O YouTube não serve apenas para entretenimento

Atualmente, existem muitos canais de YouTube que se dedicam a ensinar conteúdos do Enem e resolver questões que caíram em edições anteriores da prova. O vestibulando pode acompanhar um canal específico ou procurar pela matéria específica que deseja estuar.

“Muitas vezes o  aluno não tem um professor à disposição para esclarecer algum ponto sobre o conteúdo, então, uma videoaula pode ser o melhor caminho para sanar aquela dúvida que não sai da cabeça”, explica o professor youtuber Ferretto.

Leia também: Deputado do PSL no Rio quer que professor faça exame toxicológico a cada 90 dias

Não desista na reta final: mantenha a organização

“Sempre existe uma maneira de otimizar o tempo de estudos e manter uma rotina saudável”, explica o professor de matemática Daniel Ferretto, do canal de youtube Professor Ferretto.

Ele aconselha que o vestibulando monte um cronograma de estudos para o Enem, com ao menos 4h de estudo diárias. “Nessa reta final, é preciso revisar os conteúdos básicos de cada disciplina”, indica.

Para o diretor do curso preparatório Anglo Vestibulares, Daniel Perry, “esse período deve ser voltado para a resolução de exercícios e leitura”. A ideia é consolidar o que já foi estudado antes.

Leia também: Bolsas do CNPq serão pagas em outubro, diz ministro

Você viu?

Escreva e se atualize

Simulados auxiliam a identificar o tempo que o vestibulando leva para responder as questões do Enem.
Pixabay
Simulados auxiliam a identificar o tempo que o vestibulando leva para responder as questões do Enem.

Conseguir uma boa pontuação na redação do Enem é fundamental para conseguir se classificar no vestibular. “Redação é treino”, explica Daniel Perry do Anglo Vestibulares. Ele aconselha que o estudante realize pelo menos uma redação por semana.

Muitos dos temas das redações são baseadas em notícias que se destacaram durante o ano. “A leitura de jornais, revistas e conteúdo da internet é indispensável para o candidato se preparar e ter conhecimento para a produção da redação do Enem”, afirma o coordenador do Curso Poliedro, Vinicius Haidar.

Leia também: MEC destina maior parte de verba desbloqueada para universidades

Simulados vão te salvar

Outra boa estratégia para os últimos dias antes do Enem é realizar simulados , pois “ajuda a se ambientar em dois aspectos importantes: a preparação física e emocional e o bom gerenciamento do tempo de prova”, explica o coordenador do Curso Poliedro.

“Além do preparo psicológico, você pode se preparar também para as distrações do ambiente da prova - como barulhos, fome, vontade de ir ao banheiro, entre outros”, explica o professor Ferretto. 

Para Claudio Pinheiro, coordenador do Colégio Bandeirantes, o principal desafio é a extensão da prova. “O exame é longo, demanda muita leitura, o que torna a avaliação um teste de resistência”.

Leia também: Fiscalização flagra ônibus escolares com goteira e janela quebrada em São Paulo

Já tenha ideia do curso e a faculdade que vai prestar

Ao descobrir o que e em qual local deseja estudar, o vestibulando pode conferir quais matérias tem mais peso para que ele consiga um bom desempenho. Dessa forma, o aluno pode se planejar para no dia do Enem dedicar mais tempo e esforço a determinadas questões. A estratégia pode ser treinada durante os simulados.

Leia também: Weintraub diz que vai atrás de "zebra gorda" de professores universitários

Falta só um mês!

O vestibulando deve ter momentos de lazer e confiar em seus estudos, aconselha o matemático e youtuber educacional, Daniel Ferretto.
Pixabay
O vestibulando deve ter momentos de lazer e confiar em seus estudos, aconselha o matemático e youtuber educacional, Daniel Ferretto.

 “Agora não é hora de desespero. Nessa reta final, é importante estudar de maneira estratégica para conseguir um bom resultado no exame”, conta Roberto Pupim Dalpino, da Dalpino Educacional.

O coordenador do Curso Poliedro adverte, no entanto, que a saúde física e mental pode afetar diretamente a qualidade dos estudos e o desempenho no Enem . Dessa forma, dormir bem, ter uma alimentação de qualidade e ter momentos de descanso né necessário.

Leia também: Capes abre 3.920 vagas para capacitação de professores de ciência

“Separar um tempo livre para o lazer é fundamental”, comenta Ferretto. “O importante é não ocupar 100% da sua mente apenas com as pressões da prova, e sim confiar nos estudos, evitando tratar a prova como um ‘bicho de sete cabeças’”.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários