Tamanho do texto

Primeira sonda capaz de identificar terremotos e estudar o funcionamento interno de Marte pousa no solo vermelho na tarde dessa segunda-feira (26)

Primeira imagem transmitida pela sonda que pousou em Marte
Nasa/JPL-Caltech
Primeira imagem transmitida pela sonda que pousou em Marte

A sonda InSight pousou em solo marciano às 17h54 desta segunda-feira (26), no horário de Brasília. O evento foi transmitido ao vivo pela agência espacial americana, a Nasa, que acompanhou e monitorou os momentos finais antes do pouso da sonda em Marte. 

Após percorrer 548 milhões e quilômetros, em uma viagem que durou sete meses, a sonda terá o  objetivo de explorar e detectar calor e vibrações sísmicas nunca antes detectadas fora do planeta Terra. Essa é a oitava vez em que a Nasa realiza um pouso em Marte , sendo essa a primeira sonda capaz de identificar terremotos e estudar o funcionamento interno do planeta .

Chamada pelos cientistas de “máquina do tempo”, a missão custou US$ 993 milhões e atravessou a fina camada da atmosfera marciana a 19.310 km/h, Dessa forma, ela passou a desacelerar rapidamente, tanto devido ao atrito, quanto devido ao acionamento de paraquedas e retrofoguetes.

Como previsto, ao atingir o solo com velocidade de apenas 8 km/h, ainda assim, a sonda foi capaz de levantar poeira do solo vermelho, o que dificultou que a sonda enviasse imagens instantâneas do solo em que pousou.  

Leia também: Astronauta americana projeta que homem fará primeira viagem a Marte em 20 anos

A informação de que a sonda pousou chegou à Nasa 8 minutos após ela ter efetivamente pousado, o que aumentou a expectativa entre os especialistas para saberem se o InSight havia se instalado no lugar planejado. O vídeo do pouso pode ser conferido no site oficial da Nasa. 

Por não ter rodas, como outros equipamentos, a sonda não será capaz de se movimentar pelo planeta, sendo de extrema importância que o InSight pousasse no local programado. Dessa forma, as novas descobertas sobre o planeta serão feitas através de um braço mecânico que perfurará o solo a cinco metros de profundidade. 

Viagens a Marte

Nasa comemora pouso de sonda em Marte
Divulgação/Nasa
Nasa comemora pouso de sonda em Marte

Essa não foi a única viagem a Marte que está nos planos da Nasa . Em maio desse ano, a agência anunciou que, em 2021, pretende enviar o chamado “Mars Helicopter” , ou “Helicóptero de Marte”, a partir da base de lançamentos na Flórida, nos Estados Unidos. Assim como o InSight, o objetivo é de que o mini helicóptero possa trazer pontos de vista ainda desconhecidos a fim de melhorar e aprimorar  os estudos sobre o planeta.

A Nasa ainda aponta que o Helicóptero de Marte será a primeira tentativa da humanidade de pilotar uma aeronave mais pesada que o ar e em uma atmosfera expressivamente diferente a encontrada na Terra.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.