Greve afeta tráfego em diversos pontos da capital paulista
Rovena Rosa/Agência Brasil - 09/03/2022
Greve afeta tráfego em diversos pontos da capital paulista

Nesta terça-feira (14), a SPTrans informou ter solicitado à Justiça a execução imediata e a majoração da multa já aplicada por determinação judicial ao Sindmotoristas, em decorrência da  greve de motoristas e cobradores de ônibus na cidade de São Paulo. 

A empresa que gerencia o transporte coletivo na capital também afirmou ter solicitado a antecipação do julgamento do dissídio para hoje, na tentativa de encerrar a paralisação, e que aguarda decisão da Justiça.

De acordo com a companhia, o Sindmotoristas descumpriu a decisão liminar na Justiça do Trabalho que determinou a manutenção de 80% da frota operando nos horários de pico e 60% nos demais horários, gerando uma multa diária de R$ 50 mil. A SPTrans disse que vai autuar as empresas pelo não cumprimento da medida.

Durante a madrugada de hoje, das 150 linhas do Noturno, apenas 46 operaram normalmente. A partir das 4h, os veículos não saíram das garagens. Nesta manhã, 15 empresas estão paralisadas e 12 funcionando normalmente, afetando 713 linhas e 6,5 mil ônibus, que transportariam 1,5 milhão de passageiros no horário de pico .

A categoria rejeitou a contraproposta de reajuste salarial oferecida pelo setor, de aumento de 12,4% a partir de outubro — os profissionais pedem o reajuste a partir de maio.

Devido à mobilização, a Prefeitura suspendeu o rodízio de veículos e liberou as faixas exclusivas de ônibus e os corredores para circulação . A paralisação deve durar 24h.

Os agentes da CET estão na rua para organizar o trânsito.  Acompanhe aqui  o congestionamento em tempo real na capital paulista.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários