Rodízio municipal de veículos em São Paulo foi suspenso
Oswaldo Corneti/Fotos Públicas
Rodízio municipal de veículos em São Paulo foi suspenso

A Prefeitura de São Paulo informou por meio da CET que o rodízio de veículos no centro expandido está suspenso nesta terça-feira (14), em razão da greve de motoristas e cobradores de ônibus que começou durante a madrugada .

As faixas exclusivas de ônibus e corredores de ônibus foram liberados para circulação enquanto durar a paralisação. Os agentes da CET estão na rua para organizar o trânsito.

Por volta das 10h30 da manhã, todas as regiões da capital somavam pouco mais de 100 km de lentidão, com destaque para as zonas sul - mais afetada pela paralisação, com seis empresas fora de circulação - e oeste.

E tendência, de acordo com um gráfico da CET, é de alta - segundo o gráfico que analisa o percentual da lentidão, o horário de pico foi entre as 9h e 10h da manhã. 

Gráfico da CET com percentual de lentidão na capital
Reprodução/CET
Gráfico da CET com percentual de lentidão na capital

Transporte sobre trilhos

Sobrecarregados, CPTM e o Metrô também tiveram problemas na manhã de hoje. Na Linha 12-Safira, a falha nas portas de um trem fez com que a composição fosse evacuada e recolhida para manutenção, causando lentidão na operação.

O mesmo aconteceu com as Linhas 1-Azul, 2-Verde e 3-Vermelha. As estações da Linha Azul tiveram o acesso restringido por uma fala em equipamento de via no Jabaquara. A operação foi normalizada às 8h22, o que não impediu reflexos nas intersecções.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários