Governador Rodrigo Garcia (PSDB)
Reprodução/Governo de SP
Governador Rodrigo Garcia (PSDB)

Após atrair políticos de partidos alinhados à pré-candidatura de Tarcísio de Freitas, o  governador Rodrigo Garcia (PSDB) também ganha musculatura eleitoral ao garantir apoio de todos os prefeitos do Partido Verde em São Paulo, rachando a base do partido cuja executiva declarou aliança com o petista Fernando Haddad.

O apoio em massa dos prefeitos do PV foi um duro golpe nas ambições do partido dos trabalhadores em criar uma frente ampla e coesa para tentar conquistar os Bandeirantes nas eleições estaduais. A debandada aconteceu no mesmo dia em que o Tribunal Superior Eleitoral aprovou o pedido da federação que une PT, PV e PC do B na mesma chapa . Na teoria isso significa que os partidos estariam unidos, mas o racha provocado por Garcia demonstra que, na prática, não será bem assim.

Com uma agenda de trabalho que transfere todo o gabinete do Estado para cidades do interior e do litoral duas vezes por semana, Rodrigo está aumentando o suporte político tanto à direita como à esquerda. Entre os verdes, o apoiador de maior destaque é Chico Sardelli, que administra a cidade de Americana desde o início de 2021.

Os demais são Aldo Mansano (Arco-Íris), Rafael do Vava (Brejo Alegre), Daniel Sarreta (Buritizal), Tati Guilhermino (Lucélia), Acácio Ferreira (Macaubal), Ricardo Watanabe (Mariápolis), Vagner de Lima (Nova Guataporanga), Ivana Camarinha (Pederneiras), Fernando Barberino (São João do Pau D’Alho), Alair Batista (Taciba) e José Roque (Tarabai).

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários