Registro do Carnaval de Salvador no Circuito Barra-Ondina em 2020
Alfredo Filho/ Secom
Registro do Carnaval de Salvador no Circuito Barra-Ondina em 2020

Devido ao avanço da variante Ômicron da Covid-19 e do aumento de casos de contaminação pela Influenza A (H3N2), ao menos 18 capitais decidiram cancelar o Carnaval de rua em 2022, marcado para o final de fevereiro.

Até a última quinta-feira (6), 10 capitais haviam cancelado o evento e, em dois dias, mais oito desistiram de realizar a folia. O governo de São Paulo, que havia dado a possibilidade de escolha às prefeituras sobre a realização da comemoração, informou nessa sexta-feira (7) que não vai autorizar festas fechadas no estado, segundo o governador João Doria (PSDB) . Ricardo Nunes, prefeito da capital paulista, anunciou na última quinta-feira (6) o cancelamento de desfiles e blocos de rua.

Até o momento, 18 capitais confirmaram que não vão realizar o Carnaval, outras oito ainda não tiveram uma definição. Confira abaixo:

  • Rio de Janeiro - RJ - cancelado
  • Florianópolis - SC - cancelado
  • Fortaleza - CE - cancelado
  • Recife - PE - suspenso
  • Teresina - PI - cancelado
  • Salvador - BA - cancelado
  • Curitiba - PR - cancelado
  • Cuiabá - MT - cancelado
  • Belém - PA - cancelado
  • Belo Horizonte - MG - liberado, mas sem financiamento
  • Maceió - AL - cancelado
  • São Paulo - SP - cancelado
  • Rio Branco - AC - indefinido
  • Macapá - AP - cancelado
  • Manaus - AM - indefinido
  • Vitória - ES - cancelado
  • Goiânia - GO - indefinido
  • Palmas - TO - indefinido
  • Aracaju - SE - indefinido
  • Porto Velho - RO - indefinido
  • São Luís - MA - cancelado
  • Porto Alegre - RS - indefinido
  • João Pessoa - PB - cancelado
  • Boa Vista - RR - não respondeu
  • Natal - RN - indefinido
  • Distrito Federal - DF - cancelado
  • Campo Grande - MS - cancelado
*Levantamento feito pelo portal Metrópoles


Leia Também

Especialistas não recomendam realização do evento

De acordo com integrantes do  Grupo de Apoio Técnico à Vigilância Estadual de Saúde (comitê científico) do Rio de Janeiro, não há condições para liberar eventos abertos ou fechados que gerem aglomerações e que sejam difíceis de controlar.

Com base nos dados, a recomendação segue para desfiles, eventos de Carnaval de rua e shows.

Na capital fluminense, os blocos de rua foram cancelados, conforme anúncio do prefeito Eduardo Paes (PSD), mas os desfiles das escolas de samba da Marquês de Sapucaí estão liberados. Segundo Paes, os eventos terão exigências como passaporte da vacina e testes da Covid-19 .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários