General Augusto Heleno
Marcos Corrêa/ PR
General Augusto Heleno


O ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, disse que as autorizações que ele deu para o avanço do garimpo de ouro em uma das áreas mais preservadas da Amazônia estão dentro da lei. "É legal autorizar a pesquisa/lavra de minerais, na faixa de fronteira, inclusa a Amazônia", justificou em um post no Twitter.


"Respeitadas a legislação e o meio ambiente, continuaremos a mapear nossas riquezas pelo bem do Brasil e do nosso povo", acrescentou.


A versão de Heleno rebate uma reportagem publicada pela Folha de S. Paulo neste domingo (5). O texto aponta que o general  autorizou o avanço de sete projetos de exploração de ouro em uma região que é praticamente intocada.

Leia Também


Em meio a isso, o Ministério Público Federal (MPF) no Amazonas instaurou uma apuração sobre o caso. Além disso, a senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA) disse que seu partido vai apresentar uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) contra os atos de Heleno. De acordo com a publicação, o deputado Paulo Teixeira (PT-SP) anunciou que adotará medida semelhante. 



Já o deputado Marcelo Freixo (PSB-RJ) encaminhou uma representação ao procurador-geral da República, Augusto Aras. A bancada do PSOL na Câmara fará a representação no MPF.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários