Eduardo Parrillo, vocalista da Doctor Pheabes e dono da Prevent Senior
Reprodução/redes sociais
Eduardo Parrillo, vocalista da Doctor Pheabes e dono da Prevent Senior

Donos da Prevent Senior , empresa de planos de saúde investigada pela CPI da Covid, os irmãos Eduardo e Fernando Parrillo mantêm uma carreira musical paralela ao trabalho como executivos. E ambos não escondem que utilizavam o ambiente de trabalho para promover suas facetas artísticas.

Ao lado de dois amigos, Eduardo e Fernando Parrillo integram a banda Doctor Pheabes: o primeiro é vocalista do grupo; o segundo, guitarrista. O quarteto de hard rock fez seu primeiro show numa festa para funcionários da Prevent Senior, em 2013, num momento em que "ninguém iria massacrar a gente, obviamente", como costumava brincar Eduardo para seus colaboradores.

O grupo foi citado na  CPI da Covid na última terça-feira (28/9). Em depoimento à comissão, a advogada Bruna Morato, representante de médicos que denunciam a Prevent Senior, afirmou que os funcionários eram obrigados a cantar, com a mão no peito, um hino de lealdade à empresa composto pelo grupo dos dois sócios.

Investigada pela CPI da Covid, a Prevent Senior é acusada de promover testagem de  medicamentos sem eficácia comprovada contra o coronavírus, omitir informações a pacientes e familiares, além de pressionar médicos conveniados a seguirem com essas diretrizes.

Leia Também

Presença em festivais

Embora já exista há três décadas, a banda Doctor Pheabes só ganhou projeção nos últimos anos, ao abrir shows de astros internacionais, como Guns N'Roses (em 2014), Black Sabbath (em 2016) e Rolling Stones (também em 2016). Em 2017, foi o único grupo escalado para os festivais Rock in Rio e Lollapalloza num mesmo ano.

Em entrevistas concedidas para a imprensa naquele período, Eduardo Parrillo, que atende pelo nome artístico Eduardo Parras, e Fernando Parrillo admitiram que só conseguiram um espaço considerável no meio musical devido ao trabalho à frente da Prevent Senior. A empresa apoiou, patrocinou e prestou serviço médico em shows de medalhões internacionais no país e em edições anteriores de festivais grandiosos, como o Rock in Rio e o Lollapalooza.

"Sou bem tranquilo para avaliar essa situação. Fazem a crítica talvez tentando denegrir a imagem da banda. A pergunta é a seguinte: se você acha que abrimos (shows importantes) só porque patrocinamos, é uma verdade. Tá bom. Qual banda deve estar em nosso lugar?", questionou Eduardo Parrillo em entrevista ao G1, em 2017.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários