Policiais no bairro do Jacarezinho
Reprodução/Twitter
Policiais no bairro do Jacarezinho

Desde a manhã desta quinta-feira (9), o Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) realiza uma operação contra a Polícia Civil do Rio para recuperar roupas das pessoas mortas durante operação no Jacarezinho, na Zona Norte, em 6 de maio deste ano . A ação terminou com 28 mortos — entre eles, um policial civil, o inspetor André Leonardo de Mello Frias.

O mandado de busca e apreensão foi emitido pela Justiça a pedido da força-tarefa criada pelo MP para investigar as mortes.  Relatos de moradores, familiares e dos próprios sobreviventes indicam que várias pessoas foram baleadas mesmo já tendo se rendido aos policiais.

Uma fonte com acesso à investigação informou ao UOL  que os promotores decidiram pedir a busca das roupas após a Polícia Civil se recusar a entregar as vestimentas para perícias complementares. 

O MP-RJ confirmou a realização da operação e afirma ter feito buscas no Instituto Médico Legal (IML). De acordo com o portal, as equipes também estiveram no Instituto de Criminalística Carlos Eboly (ICCE) e na Delegacia de Homicídios. As roupas teriam sido encontradas nesse último local.

A força-tarefa pretende realizar uma perícia complementar nas roupas, de acordo com a fonte.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários