Elmi Caetano Evangelista se tornou réu por ajudar Lázaro Barbosa em fuga
Reproducao / Tv Anhanguera
Elmi Caetano Evangelista se tornou réu por ajudar Lázaro Barbosa em fuga

O fazendeiro  Elmi Caetano Evangelista se tornou réu por dar abrigo a Lázaro Barbosa e ajudá-lo a fugir da polícia . Elmi também deve responder por posse ilegal de arma de fogo, segundo denúncia do Ministério Público de Goiás (MP-GO). O criminoso foi morto no último dia 29, após troca de tiros com a força-tarefa em Águas Lindas de Goiás

De acordo com a descrição da promotora de Justiça Gabriela Starling Jorge Vieira de Mello, o fazendeiro teria dado guarda a Lázaro pelo menos desde o dia 18 até 24 de junho, quando Elmi foi preso. Conforme as informações, o homem ofereceu repouso e comida ao procurado, além de tê-lo escondido em sua fazenda, dificultando o trabalho dos policiais .

Por outro lado, o MP-GO pediu o arquivamento do inquérito policial sobre o caseiro Alain Reis de Santana, acusado de ter ajudado o fazendeiro na ação. "Ele não tinha domínio, influência ou mesmo consciência clara da atuação dolosa e espúria praticada pelo seu empregador", afirmou a promotoria. Além disso, o caseiro teria sido contratado há pouco menos de um mês por Elmi e não tinha acesso ao que ocorria na propriedade.

O Ministério Público também acredita que o fazendeiro tenha tido auxílio do filho no crime de favorecimento pessoal. A juíza Luciana Oliveira de Almeida Maia da Silveira atendeu ao pedido de investigação complementar sobre o filho de Elmi.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários