Lázaro Barbosa, morto pela polícia na segunda-feira (29)
Reprodução iG Minas Gerais
Lázaro Barbosa, morto pela polícia na segunda-feira (29)

O corpo de Lázaro Barbosa Sousa, morto nesta segunda-feira durante confronto com policiais em Águas Lindas de Goiás , permanece no Instituto Médico-Legal (IML) de Goiânia. De acordo com informações da Policia Técnica, até a manhã desta terça nenhum parente havia ido ao local para fazer a liberação. Lázaro deve ser enterrado num cemitério em Edilândia, distrito de Cocalzinho.

Lázaro Barbosa foi morto após uma caçada de 20 dias feitas por forças de seguranças na área rural de Cocalzinho e Águas Lindas de Goiás. O criminoso estava na periferia de Águas Lindas quando foi cercado pelos agentes.

Você viu?

De acordo com o secretário de Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda, Lázaro descarregou uma pistola nos policiais, o que deu início ao confronto. Segundo ele, além da arma,  o criminoso estava com mais de R$ 4, 4 mil no bolso que poderiam ser usados para fugir.

Ordem dos Advogados do Brasil de Goiás (OAB-GO) se manifestou sobre o cerco que culminou na morte de Lázaro. O órgão lamentou a “espetacularização e a celebração” do ocorrido. Em nota, afirmou que a divulgação de fotos e vídeos de pessoa morta pode configurar crime, conforme o artigo 212 do Código Penal, passível de detenção de um a três anos e multa.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários