Polícia Federal
Agência Brasil
Polícia Federal cumpriu 25 mandados de busca e apreensão.

Agentes da  Polícia Federal (PF) cumprem, nesta terça-feira, 25 mandados de busca e apreensão contra suspeitos de integrar um esquema de fraudes em licitações do Fundo Municipal de Saúde de Carapebus, no Norte Fluminense. A operação conta 80 policiais além do apoio do Ministério Público Federal e da Controladoria Geral da União (CGU).

Leia também: 

Segundo a Polícia Federal, a investigação conjunta identificou indícios de fraude em dispensas de licitação realizadas para aquisição de medicamentos, equipamentos de proteção individual (EPIs), testes rápidos para detecção do covid-19, locação de equipamentos e insumos hospitalares e contratação de empresa para montagem de hospital de campanha.

Os mandados tinham como alvo a Prefeitura Municipal de Carapebus, na Secretaria Municipal de Saúde e Fundo Municipal de Saúde, além de endereços de empresas e pessoas físicas situados nas cidades de Carapebus, Duas Barras, Campos dos Goytacazes, São João da Barra, Itaperuna, Macaé, Armação de Búzios e Vitória/ES, todos expedidos pela Vara Federal da Subseção Judiciária de Macaé.

Ainda de acordo com a PF, entre os indícios de fraudes constatados estão a escolha de empresas antes mesmo da instauração de processos de licitação, empresas com sede em endereços residenciais, sem empregados e bens e a contratação de fornecedor que possui vínculo familiar com servidor lotado na Secretaria de Saúde. As dispensas de licitação envolveram contratos de R$ 4,7 milhões.

Por meio de nota, a prefeitura de Carapebus informou que todas as medidas para esclarecer os fatos serão adotadas e que funcionários serão exonerados, caso sejam provadas as irregularidades. “A prefeitura não vai compactuar com irregularidade”, diz a nota.

    Veja Também

      Mostrar mais