Cariocas ignoram máscara em orlas
Agência O Globo
Cariocas ignoram máscara em orlas


A orla do Rio tem movimentação intensa nesta terça-feira (9), um dia depois de a Justiça determinar a suspensão de trechos do decreto do governador Wilson Witzel e do prefeito Marcelo Crivella flexibilizando o isolamento social. Na Praia do Arpoador, há surfistas na água e banhistas na areia. No calçadão, muitas pessoas praticam atividades físicas - algumas delas sem máscaras. Na academia ao ar livre também há bastante gente.

Há equipes da Polícia Militar no local. Os agentes retiram pessoas da areia, mas os demais não são abordados por eles. Questionada sobre a atuação dos PMs na orla, a Polícia Miliar ainda não se pronunciou.

Leia também: Mãe e filha são presas em rodoviária suspeitas de matar namorado da jovem

Você viu?

Com decisão judicial desta segunda-feira do juiz Bruno Bodart da Costa, da 7ª Vara de Fazenda Pública, todas as medidas de isolamento social voltam a valer, podendo funcionar apenas as atividades consideradas essenciais. O magistrado determinou que governo do estado fiscalize "de forma efetiva o cumprimento das medidas de isolamento social, por meio dos órgãos estaduais com poder de polícia para vigilância, fiscalização e controle, de forma coordenada com os municípios".

O juiz determinou, também, a realização de uma nova audiência para discutir a flexibilização . Os secretários de Saúde municipal e estadual terão que participar dela, que será realizada nesta quarta-feira. Bodart quer que tanto prefeitura quando o estado apresentem estudos que justifiquem as novas medidas de afrouxamento. Caso Witzel e Crivella descumpram a decisão judicial. Caso descumpram a ordem judicial, terão que pagar uma multa de R$ 50 mil.

Leia também: Homem confessa estupro de adolescente: "Sufocou e arrastou para matagal"

A Prefeitura do Rio recorreu da decisão da Justiça. O governo estadual tamém vai recorrer.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários