undefined
Arquivo pessoal
Roda de avião da Avianca invadiu grama da pista do aeroporto Galeão, no Rio de Janeiro

Um avião da Avianca saiu da pista durante o pouso no aeroporto internacional do Galeão, no Rio de Janeiro neste domingo (3). A roda direita da aeronave invadiu a grama durante a aterrissagem, causando susto nos passageiros.

Leia também: Temporal deixa Rio em estágio de atenção em pleno domingo de Carnaval

De acordo com a Avianca , apesar do susto, não houve feridos. Ainda segundo a companhia aérea, o voo partiu de Salvador (BA) e chegou ao  Galeão  às 17h31.

No momento do pouso, chovia muito na cidade do Rio de Janeiro e, portanto, a visibilidade estava reduzida, mas as causas do acidente ainda não foram confirmadas.

A cidade do Rio de Janeiro tem sofrido com fortes chuvas nas últimas semanas. No dia 6 de fevereiro, uma forte tempestade alagou a cidade, derrubou quase 200 árvores e deixou sete vítimas fatais . Logo após as chuvas do início de fevereiro, descobriu-se que o prefeito Marcelo Crivella  não usou toda a verba aprovada pela Câmara Municipal para a prevenção de enchentes.

Também em fevereiro, a chuva foi responsável pela destruição de parte do estádio do Fluminense , no bairro de Laranjeiras, zona sul do Rio de Janeiro. Nos últimos dias, o Rio de Janeiro teve diversos estados de atenção decretados. A preocupação é que alagamentos e deslizamentos de terra deixem mais mortos ou feridos.

Na última tempestade, o Rio de Janeiro registrou chuva 30% acima da média esperada para o mês inteiro de março. A cidade entrou em estado de atenção às 17h40 do dia 3 de março e voltou à normalidade às 6 horas da manhã desta segunda-feira (4).

Leia também: Ciclovia Tim Maia desaba pela terceira vez após temporal no Rio de Janeiro

No domingo, dia do acidente com o avião da Avianca , a chuva atrapalhou também os foliões que curtiam o carnaval de rua no Rio de Janeiro, antecipando o fim da festa para muitos deles. O temporal alagou a orla de Ipanema, durante o desfile do bloco Simpatia é Quase Amor. As pessoas que estavam nos blocos afetados se aglomeraram embaixo de toldos e próximo a prédios para se protegerem do temporal. Algumas, inclusive, aproveitaram o fim da festa causado pela chuva e deram início a protestos contra o prefeito Marcelo Crivella.


    Veja Também

      Mostrar mais