PSD se consolida como quarta maior força política nos municípios

Legenda de Gilberto Kassab leva sua primeira capital, após vitória em Florianópolis, e se confirma como ‘noiva’ para PSB de Eduardo Campos, PP de Paulo Maluf e governo Dilma

Luciana Lima e Nivaldo Souza - iG Brasília |

O PSD, partido liderado pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, sai das eleições municipais com um tamanho inimaginável há um ano. A legenda se consolida como a quarta maior do País nos municípios. No primeiro turno, a sigla elegeu 494 prefeitos e, na segunda rodada das eleições, elevou esse número para 497. Neste domingo, a sigla venceu em cidades importantes como a capital de Santa Catarina, Florianópolis, além de Londrina (PR) e Ribeirão Preto (SP).

Florianópolis: Cesar Souza Jr. dá ao PSD primeira prefeitura em capital

Alexandre Kireef, do PSD, vence em Londrina

As derrotas em Joinville (SC) e em Blumenau (SC), no entanto, não ofuscam a força que o partido ganhou nos municípios. A sigla elegeu 4,6mil vereadores e já é a quarta maior na Câmara dos Deputados, com 47 deputados federais. No Senado tem dois representantes.

Leia tudo sobre as eleições 2012

Leandro Martins/Futura Press
Partido de Kassab sai fortalecido das eleições municipais

O tamanho PSD tem atraído a atenção da base do governo. Na semana passada o Planalto sinalizou que atenderá a demanda do partido por um ministério. Dentro da legenda o anseio é pelo Ministério das Cidades.

A pasta é um dos maiores orçamentos do governo federal e tem forte potencial de visibilidade, já que administra os programas de mobilidade urbana com vista à Copa do Mundo de 2014 e às Olimpíadas de 2016, além do programa Minha Casa Minha Vida.

Assédio

O crescimento tornou o PSD uma ‘noiva’ assediada por partidos da base. O PSB, controlado pelo governador de Pernambuco, Eduardo Campos, tem namorado a legenda de Kassab. Os dois caciques se encontraram na terça-feira (23) em Petrópolis (RJ). Eles tomaram um café na cidade serrana e acertaram discutir o ‘casamento’ partidário em 2013, conforme apurou o iG .

Kassab também tem mantido conversas com o PP. O prefeito de São Paulo estaria negociando uma fusão junto ao deputado federal Paulo Maluf (SP). Ele tenta se aproximar também dos senadores Francisco Dornelles (RJ) e Ciro Nogueira (CE). Dornelles teria se mostrado contrário à aproximação das legendas.

O que PSB e PP veem na aliança com o PSD é a possibilidade se tornarem uma força política capaz de substituir o PMDB na aliança prioritária com o Planalto.

    Leia tudo sobre: eleiçõesgilberto kassabpsd

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG