Legenda de Gilberto Kassab leva sua primeira capital, após vitória em Florianópolis, e se confirma como ‘noiva’ para PSB de Eduardo Campos, PP de Paulo Maluf e governo Dilma

O PSD, partido liderado pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, sai das eleições municipais com um tamanho inimaginável há um ano. A legenda se consolida como a quarta maior do País nos municípios. No primeiro turno, a sigla elegeu 494 prefeitos e, na segunda rodada das eleições, elevou esse número para 497. Neste domingo, a sigla venceu em cidades importantes como a capital de Santa Catarina, Florianópolis, além de Londrina (PR) e Ribeirão Preto (SP).

Florianópolis: Cesar Souza Jr. dá ao PSD primeira prefeitura em capital

Alexandre Kireef, do PSD, vence em Londrina

As derrotas em Joinville (SC) e em Blumenau (SC), no entanto, não ofuscam a força que o partido ganhou nos municípios. A sigla elegeu 4,6mil vereadores e já é a quarta maior na Câmara dos Deputados, com 47 deputados federais. No Senado tem dois representantes.

Leia tudo sobre as eleições 2012

Partido de Kassab sai fortalecido das eleições municipais
Leandro Martins/Futura Press
Partido de Kassab sai fortalecido das eleições municipais

O tamanho PSD tem atraído a atenção da base do governo. Na semana passada o Planalto sinalizou que atenderá a demanda do partido por um ministério. Dentro da legenda o anseio é pelo Ministério das Cidades.

A pasta é um dos maiores orçamentos do governo federal e tem forte potencial de visibilidade, já que administra os programas de mobilidade urbana com vista à Copa do Mundo de 2014 e às Olimpíadas de 2016, além do programa Minha Casa Minha Vida.

Assédio

O crescimento tornou o PSD uma ‘noiva’ assediada por partidos da base. O PSB, controlado pelo governador de Pernambuco, Eduardo Campos, tem namorado a legenda de Kassab. Os dois caciques se encontraram na terça-feira (23) em Petrópolis (RJ). Eles tomaram um café na cidade serrana e acertaram discutir o ‘casamento’ partidário em 2013, conforme apurou o iG .

Kassab também tem mantido conversas com o PP. O prefeito de São Paulo estaria negociando uma fusão junto ao deputado federal Paulo Maluf (SP). Ele tenta se aproximar também dos senadores Francisco Dornelles (RJ) e Ciro Nogueira (CE). Dornelles teria se mostrado contrário à aproximação das legendas.

O que PSB e PP veem na aliança com o PSD é a possibilidade se tornarem uma força política capaz de substituir o PMDB na aliança prioritária com o Planalto.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.