O Ministro do Interior da França, Bernard Cazeneuve, confirmou que uma operação está em andamento, mas não deu mais detalhes

Os irmãos suspeitos de terem cometido o atentado à Revista Charlie na última quarta-feira (7) estão cercados em uma fábrica a nordeste de Paris, informaram fontes locais citadas por agências de notícias. Não há informações precisas sobre o número de reféns e se há mortos ou feridos.

Um Peugeot 206 havia sido roubado na manhã desta sexta-feira (9) de uma mulher na região de Oise e seguiu em direção a Seine- et -Marne, próximo a Paris. Segundo o jornal "Le Monde", a descrição dos assaltantes bate com a dos dois suspeitos do ataques.

De acordo com a imprensa francesa, forças de ordem perseguiram e trocaram com dois suspeitos.

Leia sobre a operação:  França mobiliza 90 mil policiais em plano de segurança e busca de suspeitos

O Ministro do Interior da França, Bernard Cazeneuve, confirmou que uma operação está em andamento em Dammartin-en-Goële, onde há pouco foi ouvido um tiroteio, mas não deu mais detalhes.



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.