Instituições do Ceará, de Minas Gerais e do Maranhão poderão receber novos alunos. Também foram autorizados cursos em outras áreas

O Ministério da Educação autorizou a criação de três novos cursos de Direito que totalizam 450 novas vagas. As novas graduações serão no Ceará, Maranhão e Minas Gerais. Também foram autorizados dois cursos de Biomedicina com o total de 300 vagas, um de Engenharia de Produção e um de Sistema da Informação.

Atacados pela Ordem dos Advogados de Brasil (OAB) que não aprova a maioria dos formados em seu exame e diz que não o faz pela falta de qualidade na formação, os cursos de Direito no Brasil têm sido reduzidos. Em junho foram suspensas 11 mil vagas de cursos com baixa nota no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) e, desde então, criadas apenas 1,5 mil .

As portarias que autorizam a abertura imediata dos cursos foram publicadas no Diário Oficial da União desta segunda-feira. O curso de Direito com mais vagas será o da Faculdade do
Vale do Jaguaribe, no município de Aracati, no Estado do Ceará, que poderá atender oferecer até 200 vagas. Os outros dois na mesma área são os da Faculdade de Ciências e Tecnologia do Maranhão, em Caxias, com 100 vagas e o da Faculdade da Saúde e Ecologia Humana, em Vespasiano, município de Minas Gerais, com 150 vagas.

Outras áreas

Os cursos de Biomedicina autorizados foram o da Faculdade Metropolitana de Manaus, com até 200 vagas, e o das Faculdades Integradas de Cacoal, em Rondônia, com 100 vagas. Também receberam a autorização um curso de Engenharia de Produção da Faculdade Pitágoras de Londrina, no Paraná e o de Sistema de Informação, da Faculdade do Pará, em Belém.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.