'Argo' é favorito em Oscar que fará desafio às estatísticas

Por Luísa Pécora - iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Filme de Ben Affleck pode se tornar o primeiro desde 1989 a levar estatueta principal sem indicação a diretor; veja todos os concorrentes da maior festa do cinema

Seja qual for o resultado do Oscar 2013, que acontece neste domingo (24), uma coisa é certa: o prêmio de melhor filme deste ano será um desafio às estatísticas.

De um lado temos o favorito, “Argo”, que pode se tornar o primeiro longa desde 1989 a ganhar a estatueta principal sem uma indicação a diretor. Do outro temos o campeão de indicações, “Lincoln”, cuja vitória representaria um completo e raro desencontro entre a Academia e os demais prêmios de Hollywood. A consagração de qualquer outro indicado – “A Hora Mais Escura”, “As Aventuras de Pi”, “O Lado Bom da Vida”, “Os Miseráveis”, “Django Livre”, “Amor” e “Indomável Sonhadora” – seria praticamente um choque.

Siga o iG Cultura no Twitter

'Argo', de Ben Affleck. Foto: Divulgação'Lincoln', de Steven Spielberg. Foto: Divulgação'A Hora Mais Escura', de Kathryn Bigelow. Foto: Divulgação'As Aventuras de Pi', de Ang Lee. Foto: Divulgação'O Lado Bom da Vida', de David O. Russell. Foto: Divulgação'Amor', de Michael Haneke. Foto: Divulgação'Django Livre', de Quentin Tarantino. Foto: Divulgação'Os Miseráveis', de Tom Hooper. Foto: Divulgação'Indomável Sonhadora', de Benh Zeitlin. Foto: Divulgação

O anúncio da decisão da Academia colocará fim a uma estranha temporada de prêmios, marcada por reviravoltas e na qual os favoritos mudaram a cada mês. Em dezembro, era “A Hora Mais Escura”, de Kathryn Bigelow, abraçado pela imprensa americana e vencedor da maior parte dos prêmios dos críticos, inclusive o prestigioso National Board of Review. As chances de vitória, porém, diminuíram bruscamente conforme aumentaram as acusações de que o filme fazia apologia à tortura.

O golpe fatal para “A Hora Mais Escura” veio em janeiro, quando as indicações ao Oscar foram anunciadas e Bigelow ficou de fora da disputa pelo prêmio de direção – assim como Ben Affleck, de “Argo”, outra aposta certa. Naquele momento, ambos os filmes foram praticamente riscados da competição principal, já que a falta de indicação a diretor era historicamente vista como um verdadeiro beijo da morte. “Lincoln” então assumiu o favoritismo: foi lembrado no maior número de categorias (12) e em todas as consideradas cruciais (diretor, edição e as de atuação).

Infográfico: Tente adivinhar os atores e atrizes que já ganharam o Oscar

Se as coisas tivessem corrido conforme o script, Steven Spielberg teria subido ao palco de todas as prévias do Oscar e, depois, conquistaria a estatueta dourada. Mas, numa nova reviravolta, foi “Argo” quem levou tudo: Globo de Ouro, Critics' Choice, Bafta e os prêmios dos sindicatos dos atores, diretores, produtores e roteiristas.

A expectativa é que o mesmo aconteça na noite deste domingo, dado o histórico de acerto das prévias. Nos 25 anos em que o prêmio do sindicato dos produtores foi entregue, apenas sete vezes o vencedor não foi igual ao do Oscar. Neste mesmo período, só cinco longas premiados pelo sindicato dos diretores não foram escolhidos também pela Academia.

AP
Daniel Day-Lewis e Steven Spielberg, a dupla de 'Lincoln'

De certa forma, a esnobada de Affleck no Oscar pode ter sido a melhor coisa que aconteceu ao filme, que ganhou aura de injustiçado (envolto em polêmica, “A Hora Mais Escura” não caberia tão bem quanto “Argo” no papel de vítima). Ciente disso, Affleck usou todo o seu charme nos prêmios e entrevistas, reforçando uma história de superação (de ator medíocre a diretor respeitável) que desperta admiração em Hollywood. O fato de um dos produtores do longa ser o astro George Clooney também não atrapalhou.

Saiba mais: Veja dez curiosidades sobre os indicados ao Oscar 2013

A vulnerabilidade de “Argo”, além da falta da indicação de diretor, está no número de prêmios que pode conquistar. Indicado a sete categorias, o longa enfrenta competição difícil e deve ter dificuldade para ganhar em ao menos quatro – o mínimo de vitórias de praticamente todos os vencedores de melhor filme dos últimos 20 anos. A exceção é “Crash – No Limite”, que ganhou três Oscars em 2005 e até hoje é considerado uma das escolhas mais injustas da Academia.

Fãs de “Lincoln” podem se lembrar de um nome para manter as esperanças de vitória: Ron Howard. Ator e diretor – como Affleck – ele também foi esnobado na categoria direção pela Academia em 1995, com “Apollo 13”. Como “Argo”, o longa levou todas as prévias. Mas, na noite do Oscar, perdeu melhor filme para “Coração Valente”.

Outros prêmios

Nas demais categorias, há barbadas e espaço para azarões. Melhor diretor é uma das disputas mais interessantes da noite, já que o vencedor das prévias – Affleck – não pode ganhar. Spielberg é visto como favorito, principalmente se “Lincoln” perder melhor filme e a Academia quiser compensá-lo de alguma forma. Mas muitos especialistas apostam na vitória de Ang Lee, por “As Aventuras de Pi”, que teve 11 indicações e é considerado um trabalho de direção notável.

Leia também: Seth MacFarlane é aposta para atrair público jovem em Oscar "musical"

“Amor” é aposta certa como melhor filme estrangeiro e “Detona Ralph” é o favorito para o troféu de animação. Além disso, Daniel Day-Lewis deve se tornar o único a vencer três vezes na categoria melhor ator, enquanto Anne Hathaway tem tudo para levar atriz coadjuvante, consagrando com um Oscar a carreira que começou como princesa da Disney.

Divulgação
Jennifer Lawrence, Jessica Chastain e Emmanuelle Riva concorrem ao prêmio de melhor atriz

Ator coadjuvante e atriz são categorias mais difíceis de prever. A primeira tem cinco indicados que já ganharam o Oscar e que dividiram os louros das prévias. Tommy Lee Jones aparece ligeiramente à frente de seus competidores, mas não se dispôs a fazer campanha como Robert De Niro, premiado pela última vez há 32 anos e que fez um de seus melhores papéis recentes em “O Lado Bom da Vida”.

Pelo mesmo filme, Jennifer Lawrence é a favorita a melhor atriz, enquanto Jessica Chastain, de “A Hora Mais Escura”, corre por fora. A surpresa da noite pode ser Emmanuelle Riva, protagonista de “Amor”, que comemorará seu aniversário de 86 anos no Oscar. Mais velha indicada na história da categoria, a francesa tem a seu favor – além de um desempenho impecável – um papel comovente em um filme que conquistou os membros da Academia.

Em um ano em que as regras de sempre não parecem significar nada, tudo pode acontecer. O Oscar acontece no Dolby Theatre, em Los Angeles, e será transmitido no Brasil pela TNT a partir das 21h30.

Veja todos os indicados ao Oscar 2013:

Filme
"Lincoln"
"O Lado Bom da Vida"
"Django Livre"
"A Hora Mais Escura"
"Os Miseráveis"
"Argo"
"As Aventuras de Pi"
"Indomável Sonhadora"
"Amor"

Direção
David O. Russell, "O Lado Bom da Vida"
Steven Spielberg, "Lincoln"
Ang Lee, "As Aventuras de Pi"
Benh Zeitlin, "Indomável Sonhadora"
Michael Haneke, "Amor"

Ator
Daniel Day-Lewis, "Lincoln"
Hugh Jackman, "Os Miseráveis"
Joaquin Phoenix, "O Mestre"
Denzel Washington, "O Voo"
Bradley Cooper, "O Lado Bom da Vida"

Atriz
Jennifer Lawrence, "O Lado Bom da Vida"
Jessica Chastain, "A Hora mais Escura"
Quvenzhané Wallis, "Indomável Sonhadora"
Emmanuelle Riva, "Amor"
Naomi Watts, "O Impossível"

Ator coadjuvante
Christoph Waltz, "Django Livre"
Philip Seymour Hoffman, "O Mestre"
Robert De Niro, "O Lado Bom da Vida"
Alan Arkin, "Argo"
Tommy Lee Jones, "Lincoln"

Atriz coadjuvante
Sally Field, "Lincoln"
Anne Hathaway, "Os Miseráveis"
Jackie Weaver, "O Lado Bom da Vida"
Helen Hunt, "As Sessões"
Amy Adams, "O Mestre"

Roteiro original
"Django Livre"
"A Hora Mais Escura"
"Moonrise Kingdom"
"Amor"
"O Voo"

Roteiro adaptado
"Lincoln"
"Argo"
"As Aventuras de Pi"
"O Lado Bom da Vida"
"Indomável Sonhadora"

Animação
"Valente"
"Detona Ralph"
"Frankenweenie"
"ParaNorman"
"Piratas Pirados"

Filme estrangeiro
"Amor" (Áustria)
"War Witch" (Canadá)
"No" (Chile)
"O Amante da Rainha" (Dinamarca)
“Kon-Tiki" (Noruega)

Trilha sonora
"As Aventuras de Pi"
"Lincoln"
"Anna Karenina"
"Argo"
"007 - Operação Skyfall"

Canção original
"Before My Time", "Chasing Ice"
"Everybody Needs a Best Friend", "Ted"
"Peace Lullaby", "As Aventuras de Pi"
"Suddenly", "Os Miseráveis"
"Skyfall", "007 - Operação Skyfall"

Fotografia
"Anna Karenina"
"Django Livre"
"As Aventuras de Pi"
"Lincoln"
"007 - Operação Skyfall"

Figurino
"Anna Karenina"
"Os Miseráveis"
"Lincoln"
"Espelho, Espelho Meu"
"Branca de Neve e o Caçador"

Documentário
"Five Broken Cameras"
"The Gatekeepers"
"How To Survive a Plague"
"The Invisible War"
"Searching for Sugarman"

Curta de documentário
"Inocente"
"Kings Point"
"Mondays at Racine"
"Open Heart"
"Redemption"

Edição
"Argo"
"As Aventuras de Pi"
"Lincoln"
"O Lado Bom da Vida"
"A Hora Mais Escura"

Maquiagem
"Hitchcock"
"O Hobbit: Uma Aventura Inesperada"
"Os Miseráveis"

Direção de arte
"Anna Karenina"
"O Hobbit: Uma Aventura Inesperada"
"Os Miseráveis"
"As Aventuras de Pi"
"Lincoln"

Curta de animação
"Adam and Dog"
"Fresh Guacamole"
"Heads over Heels"
"Maggie Simpson in 'The Longest Daycare'"
"Paperman"

Curta-metragem
"Asad"
"Buzkashi Boys"
"Curfew"
"Death of a Shadow"
"Henry"

Edição de som
"Argo"
"Django Livre"
"As Aventuras de Pi"
"Operação 007 - Skyfall"
"A Hora Mais Escura"

Mixagem de som
"Argo"
"Os Miseráveis"
"As Aventuras de Pi"
"Lincoln"
"Operação 007 - Skyfall"

Efeitos visuais
"O Hobbit"
"As Aventuras de Pi"
"Os Vingadores"
"Prometheus"
"Branca de Neve e o Caçador"

Leia tudo sobre: oscarcinemaoscar 2013argolincoln

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas