Satélite alemão entra na atmosfera, mas local da queda é desconhecido

Fora de operação desde 1999, Rosat se desintegrou parcialmente ao entrar na atmosfera terrestre

EFE |

O satélite de raios "X" alemão Rosat, fora de serviço desde 1999, entrou neste domingo na atmosfera terrestre, embora se desconheça se, após se desintegrar, alguma de suas partes tenha caído sobre a Terra e o local onde eventualmente aconteceu o impacto.

O Centro Aeroespacial Alemão (DLR) informou que o satélite entrou na atmosfera da Terra entre 23h45 de sábado e 0h15 de domingo (horários de Brasília), onde deve ter se desintegrado a maior parte do objeto de 2,5 toneladas de peso.

Pouco antes, o DLR ter descartado de sua central em Colônia, no oeste da Alemanha, que os restos do satélite pudessem cair sobre a Europa, África ou Austrália. Nos últimos dias os técnicos do Centro Aeroespacial Alemão tinham insistido além disso em que as possibilidades que algum componente do satélite chegasse a produzir danos ao cair na Terra eram mínimas.

AP
Concepção artística do ROSAT: reentrada na atmosfera a 28 mil km/h

    Leia tudo sobre: satélitelixo espacial

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG