Lançamento de satélites do sistema Galileu é adiado

Atraso foi provocado por causa de anomalia observada na plataforma de lançamento

EFE |

EFE
Parado: problema técnico foi detectado horas antes do lançamento da Soyuz
O lançamento de um foguete Soyuz com os dois primeiros satélites do sistema de navegação Galileu foi adiado nesta quinta-feira (20) em pelo menos 24 horas, informou a Agência Espacial Europeia (ESA, na sigla em inglês).

Trata-se de um cancelamento de última hora decidido pelos responsáveis do Soyuz, depois que na reunião técnica prévia organizada durante a madrugada na base de lançamentos de Kourou, na Guiana Francesa, o lançamento fora aprovado para as 8h34 de Brasília.

O consórcio europeu Arianespace detalhou em comunicado que o atraso foi decidido por causa de "uma anomalia observada na terceira planta" da plataforma de lançamento.

Arianespace insistiu em que tanto o foguete quanto os dois satélites Galileu ficaram "em condições de máxima segurança".

Os responsáveis presentes no Centro Espacial Europeu da Guiana francesa tinham previsto dar mais explicações sobre o incidente nesta manhã. Arianespace avançou que nesta quinta-feira anunciará uma nova data de lançamento.

A decolagem do foguete com os dois primeiros satélites do sistema Galileu será a primeira de um Soyuz a partir do Centro Espacial Europeu de Kourou.

    Leia tudo sobre: espaçosoyuz

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG