Ativistas libertam cachorros de criadouro na Itália

Beagles seriam destinados para estudos científicos. Veja vídeos

iG São Paulo |


Ativistas pelo direito dos animais resgataram 50 beagles de um criadouro que destinava os cachorros para experimentos científicos no último sábado (28). O fato ocorreu no criadouro Green Hill que tinha cerca de 500 cães e fica na cidade de Montichiari, na Itália. 

Os ativistas mostraram cartazes chamando o criadouro de campo de concentração. Na Itália, tramita uma lei para o banimento da vivissecção em animais de estimação e primatas. Os manifestantes, que recolheram dezenas de beagles, pediam para que o Senado aprovasse a lei em defesa dos animais e o fechamento de Green Hill.

Veja alguns dos beagles libertados:
Caso não consiga ver o vídeo, clique para assistir na TV iG: Ativistas libertam cachorros de criadouro na Itália

De acordo com o jornal Corriere Della Sera, os 12 ativistas que foram presos após a blitz no criadouro foram liberados no mesmo di.  Ainda de acordo com o jornal, a empresa calcula que a invasão resultou num prejuízo de 250 mil euros.

Veja vídeo da manifestação disponibilizado pelo jornal Corriere Della Sera:


Leia mais:
Falência de laboratório espanhol liberta 72 beagles usados como cobaias
Manifestantes protestam contra uso de animais em pesquisas
Banimento de transporte de animais põe ciência britânica em risco
Animais atropelados ajudam pesquisa sobre transmissão de doenças
Cientista afirma que falta capacitação para testes de animais
Para chimpanzés envelhecidos, aposentadoria ou pesquisa médica?
A ciência do novo Planeta dos Macacos

    Leia tudo sobre: animaisbeagledireito dos animaisteste em animais

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG