‘Era um homem batalhador’, diz amigo de infância sobre vítima de desabamento

O corpo de Celso Renato Cabral foi encontrado entre os escombros nesta quinta-feira

Luisa Girão, iG Rio de Janeiro |

“Ele era um homem batalhador, que sempre estudou muito. Conseguiu completar a faculdade com sacrifício”. Essas são as lembranças do cinegrafista Damião da Silva Alves, de 50 anos, amigo de infância de Celso Renato Cabral Filho, de 44.

Leia também: Corpos são encontrados entre escombros de prédios no Rio

Ele estava no edifício localizado no número 44 da Avenida Treze de Maio, que desabou na noite de quarta-feira (25). Seu corpo foi encontrado na manhã desta quinta-feira (26) pelos bombeiros.

De acordo com Damião, Celso morava no município de São Gonçalo, na Região Metropolitana, era casado e tinha dois filhos adolescentes. “A mulher dele está em estado de choque. Teve que ser dopada”, conta.

Celso era formado em Administração de Empresas e trabalhava em uma empresa de consultoria de RH. No último sábado, ele e Damião tinham participado de uma feijoada para aproximadamente 200 pessoas, em São Gonçalo. O motivo: comemorar a escolha do samba-enredo escrito pelo cinegrafista para um bloco carnavalesco. “Ele estava muito feliz. Essa situação é muito triste”, lamenta.

    Leia tudo sobre: desabamentoprédiodesabamento de prédio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG