Marina Silva e Fernando Haddad durante evento de discussão do programa de governo do petista
Divulgação - 02/08/2022
Marina Silva e Fernando Haddad durante evento de discussão do programa de governo do petista

A ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva (Rede) descartou a possibilidade de ser vice na chapa do ex-prefeito Fernando Haddad , candidato do PT ao governo de São Paulo. Ela alegou que sua causa é a defesa da Amazônia e, por isso, precisa ser eleita deputada federal para atuar na Câmara.

Haddad revelou que Marina declinou do convite na segunda-feira, quando o ex-prefeito a visitou em sua casa, em São Paulo.

"Ela (Marina) me agradeceu muito a sondagem, mas falou 'pela Amazônia, acho que o meu lugar é Brasília'. Disse com todas as letras que o lugar dela é Brasília. E nós vamos lutar pela sua eleição como deputada federal", disse Haddad.

O candidato a governador ainda acrescentou:

"O nome da Marina agradava por ser uma mulher, negra e ambientalista. Agora, estou considerando todos os nomes que foram apresentados. Eu quero que a Marina esteja num lugar onde ela possa dar mais amplitude às causas que defende".

A principal cotada para a vaga de vice é a médica Marianne Pinotti (PSB), que foi secretária da Pessoa com Deficiência na gestão Haddad na prefeitura de São Paulo.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários