Ministro da Casa Civil foi vaiado em convenção do PDT no Piauí
Reprodução
Ministro da Casa Civil foi vaiado em convenção do PDT no Piauí

O ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira (PP), foi recebido com vaias e gritos de "Fora Bolsonaro" ao chegar na convenção do PDT do Piauí, seu reduto eleitoral. A candidata a deputada federal Amanda Costa (PDT) foi quem iniciou o protesto contra a presença do aliado do presidente Jair Bolsonaro no evento, realizado neste sábado na Câmara Municipal de Teresina.

"Fora Bolsonaro. Eu me retiro, porque eu não fico junto com bolsonarista", afirmou a candidata, que é vice-presidente do partido no estado. Ela se retirou do local logo em seguida.

Nogueira chegou à convenção acompanhado do candidato ao governo do Piauí Sílvio Mendes (União Brasil), cuja vice é a ex-mulher do ministro, a deputada Iracema Portella (PP), e de Joel Rodrigues (PP), candidato ao Senado. Procurado, o ministro não respondeu aos contatos da reportagem.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG

O PDT, que na disputa nacional lançou o ex-ministro Ciro Gomes, formalizou apoio à chapa formada por União Brasil e PP no evento de hoje. Após Amanda Costa deixar o local, alguns dos presentes foram cumprimentar o ministro. O PDT lançou o ex-ministro Ciro Gomes à Presidência.

O alinhamento de Ciro Nogueira com o governo de Bolsonaro motivou o rompimento dele com o então governador do Piauí, Wellington Dias (PT), de quem era aliado. Nas eleições deste ano, Dias vai disputar uma cadeira no Senado e indicou seu ex-secretário de Fazenda Rafael Fonteles (PT) como seu sucessor no estado sem o apoio do cacique do centrão.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários