Marcelo Ramos foi destituído por Lira
Divulgação/Câmara dos Deputados
Marcelo Ramos foi destituído por Lira

Após ser  destituído do cargo de vice-presidente da Câmara  na tarde de ontem (23), o deputado Marcelo Ramos (PSD-AM) afirmou que a decisão tomada por Arthur Lira ao assinar sua destituição é uma "decisão política" e uma "ordem do Presidente da República ".

"A decisão do presidente da Câmara não é regimental e nem jurídica, é política", disse Ramos em pronunciamento nesta terça-feira (24).

"É extremamente sensível do ponto de vista democrático quando o Presidente da República, numa live, pede a destituição do vice-presidente da Câmara e encontra na presidência alguém capaz de cumprir essa ordem", declarou o deputado no Twitter, referindo-se a Arthur Lira, chefe da Casa, que assinou a destituição.

Ainda nas redes sociais, o ex vice-presidente da Câmara disse que está orgulhoso por não trair seus ideais e que prefere ficar com a zona franca do Amazonas do que ter um cargo na Casa.

"Que outro sentimento poderia ter um homem que perde um cargo por não trair seus ideais e o seu povo?! Tudo resolvido. Eles ficam com a cadeira. Eu fico com os meus ideais e com o povo do Amazonas", escreveu Ramos no Twitter.

Lira argumenta que a destituição ocorre porque o deputado é um dos três parlamentares que se filiaram a novas legendas na janela partidária deste ano. O regimento da Câmara prevê que deputados que mudarem de legenda partidária devem perder automaticamente o cargo que ocupam.

Ramos, que é um crítico de Bolsonaro e ex-membro do PL, mudou para o PSD assim que o partido decidiu acolher o presidente, que na época não estava vinculado a nenhuma legenda.

O deputado agora diz que segue de cabeça erguida e que voltará para o plenário da Câmara.

"Sigo de cabeça erguida, volto para o meu gabinete no oitavo andar e volto para o plenário da Câmara para lutar pelos interesses maiores da nossa gente. Não fui eleito para ser vice-presidente, fui eleito para defender os interesses dos amazonenses e do povo brasileiro", finalizou ele.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários